TRADUTOR / TRANSLATER

TRADUTOR / TRANSLATER / TRADUCTEUR / TRADUCTOR / TRADUTTORE
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Quem sou eu

Minha foto

Bem vinda(o) à página de Ton MarMel, Artista Visual, que desde criança manifestou dotes para pintura, desenho, escultura, frequentou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, recebeu inúmeros prêmios, participou de dezenas de salões de artes, exposições INDIVIDUAIS no Brasil e exterior, é Advogado, doutor em Direito Público há mais de 15 anos, que tem a missão de oferecer obras de artes, serviços artísticos experientes e conhecimentos de excelência com criatividade, segurança e eficiência, inclusive para ASESSESSORIA ARTÍSTICA, CONSULTORIA ON LINE.  (º--º)  Meu trabalho é conhecido e reconhecido por várias pessoas físicas e jurídicas pois presto serviços e ATENDIMENTOS INDIVIDUAIS E EM GRUPOS, inclusive como PALESTRANTE sobre arte social, direito, projetos sociais de relevância, desenvolvimento pessoal, motivação, empoderamento, liberdade emocional.



TOTAL DE VISITANTES

TOTAL DE VISITANTES

SEGUIDORES DE MARMEL

PESQUISAR NESTE SITE?

RECEBER NOTÍCIAS DE PUBLICAÇÕES? DIGITE E-MAIL

sexta-feira, outubro 30, 2015

A IDADE DE SER FELIZ



Umas das poucas perguntas que não devemos deixar de responder corriqueiramente na vida, para avaliar se devemos ou não iniciar uma mudança, é: "Eu sou feliz? Se “não sou feliz completamente, o que me falta para ser feliz completamente”?

 
(Coração em brasa. Pintura pertencente a série Nós, Brinquedos, de Ton MarMel)
#marmel +MarMel Artista 


Estas perguntas trazem escondidas uma enorme energia, suficiente para iniciar qualquer processo de mudança. É evidente que caberá a você determinar a direção, profundidade e os objetivos desta mudança, sem os quais essa energia não lhe servirá de nada, além de desorientá-la.

O que você está esperando para ser feliz?

"Em vão procuramos a verdadeira felicidade fora de nós, se não possuímos a sua fonte dentro de nós". (Marquês de Maricá).

E nesse sentido, Mário Quintana poetizou A idade de ser feliz...

“Existe somente uma idade para se ser feliz. Somente urna época na vida de cada pessoa, em que é possível sonhar e fazer planos e ter energia bastante para realizá-las, a despeito de todas as dificuldades e todos os obstáculos.

Uma só idade para se encantar com a vida e viver apaixonadamente e desfrutar tudo com toda intensidade, sem medo nem culpa de sentir prazer.

Fase dourada em que se pode criar e recriar a vida à nossa própria imagem e semelhança, vestir-se com todas as cores e experimentar todos os sabores. Tempo de entusiasmo e coragem, em que todo desafio é mais um convite à luta que se enfrenta com toda disposição de tentar algo novo, de novo e de novo, e quantas vezes for preciso.

Essa idade tão fugaz na vida chama-se PRESENTE”.


.