TRADUTOR / TRANSLATER

TRADUTOR / TRANSLATER / TRADUCTEUR / TRADUCTOR / TRADUTTORE
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

SEGUIDORES DE MARMEL

TOTAL DE VISITANTES

TOTAL DE VISITANTES

Quem sou eu

Minha foto

Bem vinda(o) à página de Ton MarMel, Artista Visual, que desde criança manifestou dotes para pintura, desenho, escultura, frequentou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, recebeu inúmeros prêmios, participou de dezenas de salões de artes, exposições INDIVIDUAIS no Brasil e exterior, é Advogado, doutor em Direito Público há mais de 15 anos, que tem a missão de oferecer obras de artes, serviços artísticos experientes e conhecimentos de excelência com criatividade, segurança e eficiência, inclusive para ASESSESSORIA ARTÍSTICA, CONSULTORIA ON LINE.  (º--º)  Meu trabalho é conhecido e reconhecido por várias pessoas físicas e jurídicas pois presto serviços e ATENDIMENTOS INDIVIDUAIS E EM GRUPOS, inclusive como PALESTRANTE sobre arte social, direito, projetos sociais de relevância, desenvolvimento pessoal, motivação, empoderamento, liberdade emocional.



PESQUISAR NESTE SITE?

RECEBER NOTÍCIAS DE PUBLICAÇÕES? DIGITE E-MAIL

sexta-feira, outubro 30, 2015

A IDADE DE SER FELIZ



Umas das poucas perguntas que não devemos deixar de responder corriqueiramente na vida, para avaliar se devemos ou não iniciar uma mudança, é: "Eu sou feliz? Se “não sou feliz completamente, o que me falta para ser feliz completamente”?

 
(Coração em brasa. Pintura pertencente a série Nós, Brinquedos, de Ton MarMel)
#marmel +MarMel Artista 


Estas perguntas trazem escondidas uma enorme energia, suficiente para iniciar qualquer processo de mudança. É evidente que caberá a você determinar a direção, profundidade e os objetivos desta mudança, sem os quais essa energia não lhe servirá de nada, além de desorientá-la.

O que você está esperando para ser feliz?

"Em vão procuramos a verdadeira felicidade fora de nós, se não possuímos a sua fonte dentro de nós". (Marquês de Maricá).

E nesse sentido, Mário Quintana poetizou A idade de ser feliz...

“Existe somente uma idade para se ser feliz. Somente urna época na vida de cada pessoa, em que é possível sonhar e fazer planos e ter energia bastante para realizá-las, a despeito de todas as dificuldades e todos os obstáculos.

Uma só idade para se encantar com a vida e viver apaixonadamente e desfrutar tudo com toda intensidade, sem medo nem culpa de sentir prazer.

Fase dourada em que se pode criar e recriar a vida à nossa própria imagem e semelhança, vestir-se com todas as cores e experimentar todos os sabores. Tempo de entusiasmo e coragem, em que todo desafio é mais um convite à luta que se enfrenta com toda disposição de tentar algo novo, de novo e de novo, e quantas vezes for preciso.

Essa idade tão fugaz na vida chama-se PRESENTE”.


.