TRADUTOR / TRANSLATER

TRADUTOR / TRANSLATER / TRADUCTEUR / TRADUCTOR / TRADUTTORE
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

SEGUIDORES DE MARMEL

TOTAL DE VISITANTES

TOTAL DE VISITANTES

Quem sou eu

Minha foto

Bem vinda(o) à página de Ton MarMel, Artista Visual, que desde criança manifestou dotes para pintura, desenho, escultura, frequentou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, recebeu inúmeros prêmios, participou de dezenas de salões de artes, exposições INDIVIDUAIS no Brasil e exterior, é Advogado, doutor em Direito Público há mais de 15 anos, que tem a missão de oferecer obras de artes, serviços artísticos experientes e conhecimentos de excelência com criatividade, segurança e eficiência, inclusive para ASESSESSORIA ARTÍSTICA, CONSULTORIA ON LINE.  (º--º)  Meu trabalho é conhecido e reconhecido por várias pessoas físicas e jurídicas pois presto serviços e ATENDIMENTOS INDIVIDUAIS E EM GRUPOS, inclusive como PALESTRANTE sobre arte social, direito, projetos sociais de relevância, desenvolvimento pessoal, motivação, empoderamento, liberdade emocional.



PESQUISAR NESTE SITE?

RECEBER NOTÍCIAS DE PUBLICAÇÕES? DIGITE E-MAIL

segunda-feira, fevereiro 19, 2018

AMAR, MAR INFINITO: TON DE MAR E MEL



As vezes um "A" no início pode deixar o ton do MAR infinito e mais mel.

AMAR



Video gravado ao vivo, via dependências físicas do Instagram e Facebook em conjunto, e publicamente transmitido simultaneamente em 17 de fevereiro de 2018. 





quarta-feira, fevereiro 07, 2018

NAMORADOS

"Tudo ama. As estrelas no azul, os insetos na lama, a luz, a treva, o céu, a terra, tudo, num tumultuoso amor, num amor quieto e mudo, tudo ama! tudo ama!" (MDP).


E se alguém me amasse? Se alguem, de repente, chegasse e, vendo-me, reconhecesse a chuva, a terra, o mar, o sol, a luz, a brisa, as cores e sentidos que buscasses? Entre o temor e o sobressalto, talvez fugisse, talvez risse, talvez cantasse na incerteza e no medo de permitir-me e entregar-me.


(Pintura à óleo sobre tela. Nova série. Novos rumos. Mares nunca dantes navegados. 2018. Ton MarMel).
"Amar é mudar a alma de casa." (MQ).



É uma ocasião sublime para o indivíduo amadurecer, tornar-se algo em si mesmo, tornar-se um mundo, tornar-se um mundo para si por causa de outro ser; é uma grande e ilimitada exigência que se lhe faz, uma escolha e um chamado para longe. 



#namorados #marioquintana #menottidelpicchia #novosrumos #tonmarmel#marmel #marmelgaleria #brasilia #artehoje #artworks #brazilian #brazilianart#minhabrasilia #viverbrasilia #visitebrasilia #arte #canalarte1 #brasil#artecontemporanea #pintura #painting #quadradinho #bsb



AVE RENASCER FËNIX

As aves da mesma plumagem juntam-se umas às outras e a ave julga prestar um serviço ao peixe ao erguê-lo no ar. 

Ave Renascer. Fënix. Novos rumos. Nova série.2018. Pintura ä óleo sobre tela. (Ton MarMel)

Teu corpo vai ser um monte de pó, mas reviverás em mil novas formas e o não terás de recomeçar nada. Pagarás em teus filhos teus pecados, neles continuarás teu reumatismo. O que experimentas, sentes e aprendes, será teu pelo século dos séculos.




segunda-feira, janeiro 15, 2018

Minha filha disse que vai casar! E agora?



Laryssa, meu amor…


Você me disse que vai casar... Que você e Daniel decidiram casar.

Laryssa e Daniel
Pois bem... Eu sabia que cedo ou tarde receberia essa notícia. Mas, como teu pai brincou contigo (quando tu ainda eras criança, dizendo que você só começasse namorar apenas quando tivesse 30 anos de idade e você não deu atenção!), poderia te dizer um monte de coisas sentimentais, “que estou feliz por você estar feliz“, blá blá blá... blá blá blá...

Mas, na verdade, nessas horas, por mais preparado que se esteja para esse fatídico momento, alguns pais ficam mais perdidos do que cachorro quando cai de caminhão de mudança e não sabe pra onde vai... O que dizer?! O que falar?! Dizer alguma coisa ou calar?!

Então, lembrei de quando sua irmã falou que iria casar e um filme em retrospectiva veio-me a mente e sorri, recordando da cena da brincadeira que fiz com Fernando e Tahinah.

Fernando, Tahinah e minha máe, Clesci, no dia do casamento

Eu sei! Eu sei que você vai-me dizer que você já estava casada na pratica, que já namoram há anos, que já moram juntos, essas coisas e coisas tais... Mas `pera` lá! Vai devagar! Vai devagar com o andor porque o santo é de barro!!!

A coisa né assim (não!) do tipo “test drive“, da “aprovação em estágio probatório“ e efetivação automática, da progressão ä toque de caixa e não se fala mais nisso e pronto!

Filha, sabemos que cada um constrói sua própria história e que a história não se repete jamais. Então, veja o seu presente e perceba o quanto você tem sido abençoada em todas as áreas de sua vida.

Veja como presente de Deus o amor de vocês, de seu companheiro (esposo e marido, dentro de dias). Olhe para sua casa toda montada e linda, do jeitinho que você escolheu. Reconheça sua família e os amigos que estão ao seu lado. Perceba a presença de Deus em sua vida e olhe para frente.

Planeje seu futuro de vitórias e de felicidade para esta nova fase, agora de direito e além de fato. Mas, não descarte a possibilidade de algumas tristezas e derrotas: situações das quais você não poderá fugir. Mas saiba que elas passam. E que na contabilidade geral, o que virá de bom é muito mais do que isso.

Agora, lembro da parte prática de um casamento que, sabemos, vocês já andam executando:

Cuide direitinho das suas finanças. Para onde vai o dinheiro dos dois, que agora são uma família.

Conversem sobre tudo, discutam, discordem... Saiba que sempre alguém vai precisar ceder, mas não se permita se anular.

Valorize a fidelidade e a lealdade até no pensamento. Não seja ciumenta. Seja paciente, tolerante, mas não seja idiota.

Mantenha os olhos e o coração alertas, pois muitas vezes o que os olhos não vêem o coração pressente pelo sexto sentido que possui, e pode ajudar a evitar perigos e riscos para a própria vida. Portanto, não ignore os sinais dos seus sentidos, pois eles conduzem ä visão além do alcance e podem evitar muitos dissabores, além de serem úteis em todas as áreas do conhecimento humano.

Valorize os pequenos gestos positivos de seu marido e verbalize isso. Já os pequenos gestos negativos, procure não valorizar tanto, mas verbalize também. Ele precisa saber o que ele está fazendo que lhe agrada ou desagrada. E peça que ele aja do mesmo modo.

Controle alguma impulsividade e algum mau humor que você possa vir a sentir.

Jamais permita que ninguém e nada na vida detenham, diminuam ou desvalorizem sua pessoa, seus sonhos, seu trabalho, suas realizações artísticas, sua criatividade, seu talento, sua arte, sua emoção e expressão plástica. Mas, não se esqueça que sempre digo que “arte é exercício experimental da liberdade responsável“.

Assim, armadíssima filha, te deixo algumas conclusões...

1. Uma pessoa pode até fechar os olhos para seu coração, mas nunca poderá enganar seu próprio coração!

2. Assim, não se preocupe com o quanto de amor você recebe, mas preocupe-se, sim, com quanto amor você dá.

3. No amor, nem tudo são flores e poucas certezas são facilmente encontradas na vida, antes de mais nada, já prontas e acabadas, e em vários momentos você vai-se perguntar se está no caminho correto.

4. A comunicação é fundamental. Duas pessoas podem estar vivendo a mesma relação, mas vendo tudo de perspectivas diferentes. Assim, nunca vá dormir com assuntos mal resolvidos.

5. Num casamento, relação amorosa é mais importante do que o ego de cada um. Numa discussão não é importante ter razão, e sim encontrar soluções, e depois, se for o caso, apuram-se os erros, o(s) culpado(s), e corrige-se o curso da relação para que tudo volte a normalidade da paz, do amor, da hamornia.

6. Ame seu parceiro e os seus filhos quando eles menos merecerem, pois esse será o momento que eles mais vão precisar.

7. A pessoa que realmente te ama vai sempre estar ao seu lado, não importa o quão estressante ou incômoda é a situação.

8. É bom ser uma pessoa forte, mas não se esqueça de você mesma, de que você tem seus limites, de que você também precisa de carinho e amor, e que um abraço ajuda (muitas vezes) mais do que mil palavras.

9. Às vezes, o melhor que você pode fazer é simplesmente não fazer nada. Portanto, não viva uma vida baseada no trabalho ou nos outros. Separe sempre alguns momentos só para você porque o tempo passa, e você é a única coisa que você terá para sempre além do amor de seus pais.

10. O amor pode até não durar para sempre, mas se esforce (de verdade!) para que seja eterno e muito além do sentido transmitido por versos piegas de poeta mal amado e alcoólatra.

11. Tudo acontece por uma razão.

12. A vida é curta. Aproveite cada minuto. Comece pelo o que é bom e deixe o ruim para o final! Seja pratica e sempre diferencie o que é importante do que é prioridade.

13. Não se arrependa de nada que te fez feliz no passado, porque era exatamente o que você precisava naquele momento.

14. O amor não pode ser forçado. Se o amor e carinho não vêm voluntariamente de outra pessoa, então nada faz sentido.

15. Não faça promessas quando você está muito feliz ou com muita raiva. Estes não são bons momentos para tomar decisões.

16. Se você não quer que alguém saiba de alguma coisa, então não a faça. Sua consciência é seu maior carcereiro, mas nela também está toda a salvação, defesa e liberdade.

17. Há uma razão especial para que 2 pessoas permaneçam sempre juntas a vida inteira e mais além da eternidade: porque elas se dão o que ninguém mais pode dar.

18. Bons relacionamentos funcionam não apenas porque não existem problemas entre as pessoas, mas, principalmente, porque as pessoas estão dispostas a resolverem, juntas, os problemas de ambas.

19. O amor significa a determinação, em todos os dias (durante a vida toda), de um cuidar do outro (reciprocidade), mesmo se você está com raiva ou não estiver passando um bom momento.

20. Quando você sentir que não está sendo bem amada, lembre-se que seus pais sempre te amaram e te amarão por toda a eternidade. E quando você não encontrar no seu esposo o amor do jeito que você espera e possa até sentir que não está sendo correspondida em determinado momento, isso não significa que ele não te ame de jeito nenhum. Mas, a confiança de que o outro te ama é a base do relacionamento.

21. Por uma vida mais leve e mais divertida, as pessoas precisam ser flexíveis. Portanto, lembre-se de que a liberdade rima com responsabilidade, e que a liberdade é o valor mais alto e se você não se sente livre, então não é amor.

22. O amor é uma flor frágil. Tem que ser protegida, tem de ser regada todos os dias.

23. Uma relação de amor tranqüila pode começar quando a fase da paixão enlouquecedora acaba. Mas, a ordem dos fatores não altera o produto, e nada impede que as pessoas se apaixonem, pela mesma pessoa, durante a vida toda, várias vezes, pois não existe prazo certo de duração para paixão e muito menos para o amor. Entretanto, não espere sempre fortíssimas emoções ou uma atração avassaladora na rotina cotidiana, pois uma relação duradoura se baseia mais numa forte amizade, do que em constantes frios e calafrios na barriga.

24. As pessoas geralmente pensam que o ódio é o oposto do amor e isso é absolutamente incorreto, pois o oposto do amor é o medo, e uma das coisas que mais mata o amor é a indiferença.

25. Ser feliz na vida já é difícil, imagina então ser feliz à dois! Portanto, não cobre do seu marido a felicidade!

26. Nossa cabeça nos diz sempre o que fazer, mas é ao nosso coração que temos que dar ouvidos! Embora o amor possa ser cego.

27. As pessoas que são especiais na sua vida entendem bem, não só as suas palavras, mas também o seu gesto de silêncio.

28. É o amor que cura todas as feridas, mas o tempo também ajuda.

29. Amar alguém é sempre querer o bem dessa pessoa, mesmo que você saia prejudicado.

30. O amor significa pensar em alguém, sem pensar.

31. Nem tudo tem que ser dividido. Lembre-se de que é normal ter coisas que só cabem a você saber e a ninguém mais.

32. Errar é humano, perdoar é amor, persistir no erro é burrice. Todo mundo merece uma segunda oportunidade. Às vezes, a melhor solução é virar a página e focar no futuro, quando possível.

33. Às vezes, as coisas mais comuns tornam-se extraordinárias simplesmente porque as fazemos com a pessoa certa!

E, finalmente…

Eu sei!!! Eu sei que você vai-me dizer que já sabe disso tudo e muito mais ou pode até não dizer nada por educação. Mas no fundo vai pensar, mesmo:
- Ora (direis) ouvir estrelas! Certo, Perdeste o senso!
E eu vos direi, no entanto
- Que, para ouvi-las, muitas vezes desperto. E abro as janelas, pálido de espanto... E conversamos toda a noite, enquanto a Via-Láctea, como um pálio aberto, cintila.

Mas, enfim... Guardei para o final o que acho mais importante e que não custa lembrar: O que é o amor...

O amor é paciente. Sim! Ser mais paciente com as pessoas do que ser paciente com as situações e coisas. Pois as pessoas são incomparavelmente mais importantes que as situações e coisas, e pessoas não são coisas.

O amor é bondoso. E a bondade significa ser bom, gentil, benevolente, benigno, ativamente benéfico apesar da ingratidão humana.

O amor não é invejoso, pois quando se ama, se alegra quando o outro está alegre, e se fica triste quando o outro está triste. Assim, o amor não sente inveja das vitórias do outro. O amor não sente inveja quando o outro é admirado pelo que faz, pelo que produz de bom, pelos frutos do trabalho que podem causar admiração e que podem render benefício para ambos.

O amor não se vangloria porque tudo que temos nos foi dado por Deus, pois não fizemos nada por merecê-los e é por isso que não temos o direito de nos vangloriar em coisa alguma ou de alguém senão do Criador.

O amor não se orgulha porque "aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor" e sem amor não conheceremos a Deus mesmo se formos cheios de sabedoria e conhecimento sobre Deus. Além disso, o conhecimento que não é acompanhado de amor e atitudes resulta em soberba, tornando-se orgulho excessivo, e o orgulho é contrário ao próprio amor.

O amor não maltrata, pois o amor sempre quer o bem do outro, sempre cuida do outro, sempre busca receber e tratar bem o outro. Então o amor requer cuidado diário, atenção, velamento.

O amor não busca interesses próprios. Sim! O amor não busca apenas e exclusivamente seus próprios interesses, pois quando se caminha no amor não se busca agradar apenas a si mesmo, fazendo de nós o centro de nossas atividades individualistas. Afinal, nem Cristo agradou a si mesmo, mas, como está escrito: Sobre mim caíram as injúrias dos que te injuriavam. Além disso, "todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas edificam. Ninguém busque o proveito próprio; antes cada um o que é de outrem."


O amor não se ira, mas é óbvio que provocação e raiva não podem coexistir com amor sincero, porque eles se opõem ao amor.

O amor não guarda rancor. O amor esquece o mal que foi feito a ele, mas o amor tem memória e, mesmo possuindo memória, o amor não vive recordando o erro, mas esforça-se para esquecê-lo.

O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade.

O amor tudo sofre, mas, convenhamos racionalmente, que pode até sofrer, mas sem exageros, sem ridículos e sem idiotices!

O amor tudo crê (verdade!). Mas não é cego, e mesmo quando o amor cega um dia pode acordar e usar seu sexto sentido e inteligência, e nesse dia a razão falará mais alto que a emoção.

O amor tudo espera (mas a espera e a paciência possuem limites). Aliás, até a palavra limites possui limites.

O amor tudo suporta. Mas suporta em termos, pois quando o amor não suporta mais eis que já não existe mais o amor.

Assim, Laryssa, filha mui amada, estou muito feliz com a noticia de sua decisão e propósito de Daniel de se casarem e continuarem sendo felizes para sempre.

E quero que você saiba que você também é uma benção de Deus que veio do céu sobre minha vida.

E, especialmente hoje (e sempre que você leia esta), minhas intenções e pedidos de pai (a Deus-Pai) são para que o seu destino seja o mais feliz do planeta.

Por isso receba hoje (de seu pai) todos os meus beijos nesta data.

Felicidades, amore!

Amo-te muito, minha ídala e artista predileta!

Seu, pai,


Antônio
(Ton MarMel)


  

Brasília, 10 de janeiro de 2018.