TRADUTOR / TRANSLATER

TRADUTOR / TRANSLATER / TRADUCTEUR / TRADUCTOR / TRADUTTORE
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Quem sou eu

Minha foto

Bem vinda(o) à página de Ton MarMel, Artista Visual, que desde criança manifestou dotes para pintura, desenho, escultura, frequentou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, recebeu inúmeros prêmios, participou de dezenas de salões de artes, exposições INDIVIDUAIS no Brasil e exterior, é Advogado, doutor em Direito Público há mais de 15 anos, que tem a missão de oferecer obras de artes, serviços artísticos experientes e conhecimentos de excelência com criatividade, segurança e eficiência, inclusive para ASESSESSORIA ARTÍSTICA, CONSULTORIA ON LINE.  (º--º)  Meu trabalho é conhecido e reconhecido por várias pessoas físicas e jurídicas pois presto serviços e ATENDIMENTOS INDIVIDUAIS E EM GRUPOS, inclusive como PALESTRANTE sobre arte social, direito, projetos sociais de relevância, desenvolvimento pessoal, motivação, empoderamento, liberdade emocional.



TOTAL DE VISITANTES

TOTAL DE VISITANTES

SEGUIDORES DE MARMEL

PESQUISAR NESTE SITE?

RECEBER NOTÍCIAS DE PUBLICAÇÕES? DIGITE E-MAIL

sexta-feira, abril 26, 2013

FELIZ ANIVERSÁRIO

(#TonMarMel)

Fazer aniversário é saber que o novo vem e que atrás vem gente. Fazer aniversário é olhar para trás com gratidão e para frente com fé!


"Não faz sentido olhar para trás e pensar: devia ter feito isso ou aquilo, devia ter estado lá. Isso não importa. Vamos inventar o amanhã, e parar de nos preocuparmos com o passado".



Afinal fazer aniversário é ter a chance de fazer novos amigos, ajudar mais pessoas, aprender e ensinar novas lições, vivenciar outras dores e suportar velhos problemas. Sorrir novos motivos, chorar outros, porque fazer aniversário é agradecer mais vezes.

Fazer Aniversário é amadurecer um pouco mais e olhar a vida como uma dádiva de Deus.... Daí decorre a nossa frutificação.

E acreditando que fazer aniversário é isso, fico com a promessa de que “…Aquele que começou boa obra em vós há de completá-la até ao dia de Cristo Jesus.” (Filipenses 1:6).




Parabéns a você nesse dia tão grandioso.

Abraços, brou!


(Ton MarMel)

quarta-feira, abril 17, 2013

LEILÃO DE BONECA INFLÁVEL

LEILÃO DE VIRGINDADE DE BONECA INFLÁVEL SERIA A MAIS RECENTE COISIFICAÇÃO DO SEXO E SINAL DO FIM AMOR?!

(Imagens captadas da internet e montadas por #TonMarMel)


Olhos verdes, cabelos castanhos, boca carnuda, seios pequenos e pele macia. Esta é Valentina. Perfeita, diriam alguns. Parece até montada, diriam outros. Valentina é na verdade uma boneca inflável que leiloaram a “virgindade” recentemente no Brasil e que despertou curiosidades, seja porque muitos homens têm o sonho de ser o primeiro "amor" de uma garota, seja porque as jovens estão se iniciando na vida sexual muito cedo, ou porque ele era muito tímido quando tinha a mesma idade das pretendentes. Seja como for, tal como ocorreu recentemente com a catarinense Catarina Migliorini, de 20 anos - que parece haver desistido de leiloar sua virgindade -, Valentina foi, sim, a atração principal de uma mostra erótica de bonecas infláveis. Afinal, para alguns, "um brinquedo inflável não fala, não magoa, não comete nenhum deslize que acabe partindo o coração de alguém."

Seja enfim como for, é fato que toda essa estória lembrou alguns "brinquedos" optados por algumas mulheres como solução para a insatisfação de suas vidas amorosas, mas igualmente fez lembrar de várias outras questões humanas e seus valores de ordem emocional, espiritual, material, racional e religiosa, principalmente nestes tempos de exposição de sexo e sexualidade gratuitas reais e até virtuais.

Sem dúvida que a referida boneca segue o padrão e estereótipo físico europeu, de fácil vendagem imposto culturalmente por uma classe dominante desde os tempos coloniais em que "se amarrava cachorro com linguiça". Mas, fica-se a imaginar a contradição atual: Fala-se muito, hoje, em aceitação da diversidade humana como uma espécie de obrigação social a todos, protestam contra as opiniões do atual presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, fala-se muito em homofobia, união homoafetiva entre pessoas do mesmo sexo; ou seja, vive-se num país em que se pode expressar pensamentos e ideias. No entanto, causa estranheza saber que apesar das facilidades que se tem de se expressar, de se buscar solução para os problemas e carências humanas COM OUTRO SER HUMANO, de fato, existem pessoas que preferem - até egoisticamente - fecharem-se em si mesmas, direcionar suas emoções, afetividade e prazer sexual para coisas estranhas e inclusive matéria morta como uma boneca de plástico ou outro foco/objeto material qualquer. Causa estranheza a constatação de que - para uma boa parte das pessoas - o ser humano não é a melhor e a mais prazerosa das companhias de convívio existente, e que, preferindo isolar-se da própria espécie/raça, o ser humano está perdendo ou já perdeu o seu sentido de animal sociável: perdeu o porquê de sua existência sobre a face da terra.

(Ton MarMel)