TRADUTOR / TRANSLATER

TRADUTOR / TRANSLATER / TRADUCTEUR / TRADUCTOR / TRADUTTORE
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

SEGUIDORES DE MARMEL

TOTAL DE VISITANTES

TOTAL DE VISITANTES

Quem sou eu

Minha foto

Bem vinda(o) à página de Ton MarMel, Artista Visual, que desde criança manifestou dotes para pintura, desenho, escultura, frequentou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, recebeu inúmeros prêmios, participou de dezenas de salões de artes, exposições INDIVIDUAIS no Brasil e exterior, é Advogado, doutor em Direito Público há mais de 15 anos, que tem a missão de oferecer obras de artes, serviços artísticos experientes e conhecimentos de excelência com criatividade, segurança e eficiência, inclusive para ASESSESSORIA ARTÍSTICA, CONSULTORIA ON LINE.  (º--º)  Meu trabalho é conhecido e reconhecido por várias pessoas físicas e jurídicas pois presto serviços e ATENDIMENTOS INDIVIDUAIS E EM GRUPOS, inclusive como PALESTRANTE sobre arte social, direito, projetos sociais de relevância, desenvolvimento pessoal, motivação, empoderamento, liberdade emocional.



PESQUISAR NESTE SITE?

RECEBER NOTÍCIAS DE PUBLICAÇÕES? DIGITE E-MAIL

domingo, setembro 27, 2015

YOU ARE SO BEAUTIFUL, TO ME



Não importa o que é o mundo, 

o importante são os seus sonhos. 

Não importa o que você é, 
o importante é o que você quer ser. 
Não importa onde você está, 
importa pra onde você quer ir.
Não importa o porquê,
o importante é o querer.
Não importam suas mágoas,
o importante mesmo são suas alegrias.
Não importa o que já passou.
O passado? Guarde na sua lembrança.
Nunca pense em julgar.
Não veja, apenas olhe.
Não escute, apenas ouça.
Não toque ... sinta.
Acredite naquilo que quiser.
E, não adianta sonhar,
se você não lutar.
O mundo é um espelho,
não seja só o seu reflexo.
Só acreditando num futuro
você conseguirá a paz
para alcançar seus sonhos.
Afinal, o que importa?
Você importa.
Acredite em você!
Você é simplesmente
Linda para mim
É o meu número exato
Você foi feita para mim.







quarta-feira, setembro 23, 2015

5 MINUTOS

No parque, uma mulher sentou-se ao lado de um homem, em um banco perto do playground.

- Aquele, logo ali, é meu filho, ela disse, apontando para um pequeno menino que usava um suéter vermelho e que deslizava no escorregador.

(O Garoto. Trabalho elaborado em diversas técnicas pertencente a série Nós Brinquedos, 
volume 3 - A volta dos que não foram, de autoria do artista Ton MarMel) 

- Um bonito garoto!

O homem respondeu e completou: - Aquela que está usando vestido branco, pedalando a bicicleta, é minha filha.

Então, olhando o relógio, o homem chamou a filha: - Melissa, o que você acha de irmos?

E Melissa suplicou: - Mais cinco minutos, pai, por favor! Só mais cinco minutos.

O homem concordou e Melissa continuou pedalando a bicicleta, para alegria de seu coração.

Os minutos se passaram e o pai levantou-se e novamente chamou sua filha: - Hora de ir agora?

Outra vez Melissa pediu: - Mais cinco minutos, pai. Só mais cinco minutos.

O homem sorriu e disse: - Está certo!

- O senhor é certamente um pai muito paciente!
A mulher comentou.

O homem sorriu e falou: - O irmão mais velho de Melissa, Tommy, foi morto por um motorista bêbado no ano passado, quando andava em sua bicicleta, perto daqui. Eu nunca passei muito tempo com Tommy e agora eu daria qualquer coisa por apenas mais cinco minutos com ele. Eu me prometi não cometer o mesmo erro com Melissa. Ela acha que tem mais cinco minutos para andar de bicicleta. Na verdade, eu é que tenho mais cinco minutos para vê-la brincar.

Em tudo na vida estabelecemos prioridades. Quais são as suas prioridades?

Dê a alguém que você ama mais cinco minutos de seu tempo, hoje!





domingo, setembro 20, 2015

A LEI DA NATUREZA



Um agricultor tinha sacos variados de sementes. Resolveu um dia plantar um grande terreno nunca utilizado - uma lavoura de morangos. Passou o trator, limpou o terreno, apanhou um saco enorme de sementes e foi deitando-as na terra, mecanicamente. Ao final de uma tarde, desceu do trator, exausto, e, olhando a grande extensão plantada, pensou: "Agora é só esperar que a natureza faça o resto". E foi descansar.

(Retrato em branco e preto. Série Nós Brinquedos. Ton MarMel)

Três semanas depois, o homem resolveu dar uma olhada em sua nova lavoura para ver o crescimento das plantas. Começou a caminhar a pé por entre as pequenas mudas que já tinham mais de um palmo de tamanho, examinando-as cuidadosamente. Até que, de repente, parou estarrecido, pôs as mãos na cabeça e gritou: NÃO!!!!!!!!! Correu ao celeiro, pegou o saco das sementes que plantara e confirmou sua incredulidade: de plantara, equivocadamente, tomates em vez de morangos. Indignado, voltou correndo à sua lavoura e, esbravejando e pisoteando as tenras plantinhas, gritava: "Droga, droga, detesto tomates, eu queria morangos .... " e chutava a terra, pisoteava, pulava numa fúria insana até cair sobre o solo, exausto e embarrado. Vendo aquilo, sua mulher o socorreu e ele, chorando enraivecido, afirmou detestar aquela lavoura e queria vê-la destruída. Sua mulher, pessoa simples mas sábia, consolou-o e lhe disse: "Mas, meu marido, a natureza não fez nada errado, se você plantou tomates, como queria colher morangos”? ....

E assim é a vida, sempre colhemos o que nós plantamos. E nisso não há nenhum castigo. É apenas uma lei, lógica e imutável. Se você planta tomates vai colher tomates! Portanto, quando você for plantar sua "lavoura", cuide bem na escolha das "sementes" ... para não ter surpresas desagradáveis ou tristes.