TRADUTOR / TRANSLATER

TRADUTOR / TRANSLATER / TRADUCTEUR / TRADUCTOR / TRADUTTORE
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

SEGUIDORES DE MARMEL

TOTAL DE VISITANTES

TOTAL DE VISITANTES

Quem sou eu

Minha foto

Bem vinda(o) à página de Ton MarMel, Artista Visual, que desde criança manifestou dotes para pintura, desenho, escultura, frequentou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, recebeu inúmeros prêmios, participou de dezenas de salões de artes, exposições INDIVIDUAIS no Brasil e exterior, é Advogado, doutor em Direito Público há mais de 15 anos, que tem a missão de oferecer obras de artes, serviços artísticos experientes e conhecimentos de excelência com criatividade, segurança e eficiência, inclusive para ASESSESSORIA ARTÍSTICA, CONSULTORIA ON LINE.  (º--º)  Meu trabalho é conhecido e reconhecido por várias pessoas físicas e jurídicas pois presto serviços e ATENDIMENTOS INDIVIDUAIS E EM GRUPOS, inclusive como PALESTRANTE sobre arte social, direito, projetos sociais de relevância, desenvolvimento pessoal, motivação, empoderamento, liberdade emocional.



PESQUISAR NESTE SITE?

RECEBER NOTÍCIAS DE PUBLICAÇÕES? DIGITE E-MAIL

quarta-feira, setembro 23, 2015

5 MINUTOS

No parque, uma mulher sentou-se ao lado de um homem, em um banco perto do playground.

- Aquele, logo ali, é meu filho, ela disse, apontando para um pequeno menino que usava um suéter vermelho e que deslizava no escorregador.

(O Garoto. Trabalho elaborado em diversas técnicas pertencente a série Nós Brinquedos, 
volume 3 - A volta dos que não foram, de autoria do artista Ton MarMel) 

- Um bonito garoto!

O homem respondeu e completou: - Aquela que está usando vestido branco, pedalando a bicicleta, é minha filha.

Então, olhando o relógio, o homem chamou a filha: - Melissa, o que você acha de irmos?

E Melissa suplicou: - Mais cinco minutos, pai, por favor! Só mais cinco minutos.

O homem concordou e Melissa continuou pedalando a bicicleta, para alegria de seu coração.

Os minutos se passaram e o pai levantou-se e novamente chamou sua filha: - Hora de ir agora?

Outra vez Melissa pediu: - Mais cinco minutos, pai. Só mais cinco minutos.

O homem sorriu e disse: - Está certo!

- O senhor é certamente um pai muito paciente!
A mulher comentou.

O homem sorriu e falou: - O irmão mais velho de Melissa, Tommy, foi morto por um motorista bêbado no ano passado, quando andava em sua bicicleta, perto daqui. Eu nunca passei muito tempo com Tommy e agora eu daria qualquer coisa por apenas mais cinco minutos com ele. Eu me prometi não cometer o mesmo erro com Melissa. Ela acha que tem mais cinco minutos para andar de bicicleta. Na verdade, eu é que tenho mais cinco minutos para vê-la brincar.

Em tudo na vida estabelecemos prioridades. Quais são as suas prioridades?

Dê a alguém que você ama mais cinco minutos de seu tempo, hoje!