TRADUTOR / TRANSLATER

TRADUTOR / TRANSLATER / TRADUCTEUR / TRADUCTOR / TRADUTTORE
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Quem sou eu

Minha foto

Bem vinda(o) à página de Ton MarMel, Artista Visual, que desde criança manifestou dotes para pintura, desenho, escultura, frequentou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, recebeu inúmeros prêmios, participou de dezenas de salões de artes, exposições INDIVIDUAIS no Brasil e exterior, é Advogado, doutor em Direito Público há mais de 15 anos, que tem a missão de oferecer obras de artes, serviços artísticos experientes e conhecimentos de excelência com criatividade, segurança e eficiência, inclusive para ASESSESSORIA ARTÍSTICA, CONSULTORIA ON LINE.  (º--º)  Meu trabalho é conhecido e reconhecido por várias pessoas físicas e jurídicas pois presto serviços e ATENDIMENTOS INDIVIDUAIS E EM GRUPOS, inclusive como PALESTRANTE sobre arte social, direito, projetos sociais de relevância, desenvolvimento pessoal, motivação, empoderamento, liberdade emocional.



TOTAL DE VISITANTES

TOTAL DE VISITANTES

SEGUIDORES DE MARMEL

PESQUISAR NESTE SITE?

RECEBER NOTÍCIAS DE PUBLICAÇÕES? DIGITE E-MAIL

terça-feira, dezembro 30, 2014

sábado, dezembro 13, 2014

EU NÃO MEREÇO SER CURRADO E ESTUPRADO PELO GOVERNO




Eu não mereço ser currado, estuprado, sacaneado, roubado, humilhado, pisoteado, saqueado, lesado por ninguém, e muito menos pelo Governo, todos os dias. (Ton MarMel)













E VOCÊ?! O QUE PENSA SOBRE ESSE ASSUNTO?!
















William Douglas CAMPANHA  “CANSEI DA CORRUPÇÃO,   EU QUERO MEU BRASIL DE VOLTA






"Estou propondo que a sociedade se reúna para cobrar mudanças efetivas e profundas nas estruturas que atualmente favorecem a corrupção. Uma parte considerável do país foi cooptado pela corrupção. Ao mesmo tempo, bons brasileiros, presentes em todos os partidos, desejam mudar este cenário. O que faltam são ferramentas para combater a corrupção endêmica e instrumentos para construir uma nova cultura, uma nova realidade e um novo país. 



Depois de muito tempo refletindo, criei um sistema que traz essas ferramentas e até mesmo como financiar a salvação da Petrobras, um sistema que vai afetar diretamente os corruptos e todo o sistema de corrupção que está montado. 


Estas ideias, em conjunto, se forem executadas irão criar uma nova cultura e um novo país.



Passarei todas as ideias, fundamentos e ações em breve, mas aqui segue um resumo delas.



Minha proposta tem 5 pilares:



1) MORALIZAÇÃO DAS ELEIÇÕES E DAS PROMESSAS DE CAMPANHA

Mudança no sistema de financiamento das campanhas políticas e eleitoral, visando em especial (a) reduzir ao máximo a influência do poder econômico nas eleições e (b) permitir que os eleitores rejeitem candidatos para eleições majoritárias. Entre outras ideias, se a soma de abstenções + votos nulos + votos em branco der mais da metade dos eleitores, a eleição é anulada, outra convocada para 60 dias depois e os candidatos rejeitados não poderão concorrer.

Este projeto envolve também a punição de mentiras sobre outros candidatos, punição por promessas de campanha não cumpridas; erros ou mentiras de institutos de pesquisa; limitação dos gastos de campanha para proteger candidatos não corruptos; direito de rejeição de candidatos; direito de haver candidatos independentes (sem filiação partidária) 



2) MORALIZAÇÃO DAS PESSOAS

Oportunidade para que todos os que desejarem um novo país possam superar os erros do passado, devolver o que foi roubado e começar de novo. Igualmente, destruiremos a base do sistema de corrupção. Envolve a criação da Comissão da Confissão,

Devolução e Recomeço. Ela anistiará todos os corruptos que se autodenunciarem indicando seus atos, coautores, participes, a destinação do produto da corrupção e seu patrimônio atual, com a devolução do patrimônio obtido ilicitamente. 

Essa ideia já deu certo na África do Sul, onde os criminosos confessavam seus crimes (inclusive homicídio) e de dispunham a compensar seu erro, sendo anistiados de seus crimes. A ideia no Brasil é fazer o mesmo, obtendo provas e devolução do patrimônio auferido com a corrupção. O maior efeito será desmontar a rede de corrupção e mudar a cultura de tolerância à corrupção.

3) MORALIZAÇÃO DA GESTÃO E SALVAÇÃO DA PETROBRAS
A empresa mais simbólica e importante do Brasil perdeu mais da metade do seu valor de mercado e é a mais endividada do mundo.

O governo tem que ressarcir o país pelos erros que cometeu na gestão da Petrobras. Igualmente, temos que salvar a Petrobras, o que envolve corrigir os desvios de gestão que criaram o problema. 

A União, que geriu mal a Petrobras, terá que vender metade se suas ações, devolvendo-a ao povo brasileiro. As ações serão vendidas exclusivamente para brasileiros, pelo dobro do valor, sendo esse sobrepreço usado para financiar a recuperação da empresa. A União não terá mais 7/10 do Conselho de Administração, entregando 3 vagas do Conselho aos novos acionistas exclusivamente brasileiros, que passarão a ter 3/10 do Conselho. 

Estas medidas gerarão caixa e credibilidade para a Petrobras. Ela, com esse aporte financeiro e bem gerida, recuperará valor, crédito e respeito rapidamente.

4) MORALIZAÇÃO DA GESTÃO E DO SERVIÇO PÚBLICO
Existem medidas urgentes para corrigir a entrada de pessoas no serviço público e a moralização do serviço público. Servidor público mal escolhido, mal remunerado, ou aparelhado, ou desvalorizado, ou mal treinado, ou mal cobrado em sua produtividade gera corrupção e ineficiência. A medida envolve fazer a lei dos concursos, preencher todos os cargos vagos, chamar os excedentes e acabar com a farra do aparelhamento, das terceirizações e do abuso nos concursos para formação de cadastro de reserva (quando existem vagas efetivas em aberto). Igualmente, envolve parar com a indicação de políticos e apadrinhados para os conselhos de administração de empresas estatais e para os fundos de pensão. 

5) MORALIZAÇÃO DA TRIBUTAÇÃO
Reforma tributária a fim de estimular a economia, investimentos e empregos, e dificultando espaços para a corrupção. Uma tributação simples, unificada e honesta gerará um país em crescimento e honesto.

Cada um dos 5 pontos tem um “Cansei” e cada “cansei” tem uma proposta de ação.

Gostaria de saber o que vocês acham das ideias e quem está disposto a ir para a rua comigo para exigir essas mudanças.

Se concorda, diga que concorda... E se está disposto a ir para a rua acordar o gigante de novo, diga sua cidade e que vai estar lá.

Seguem os “CANSEI” E AS IDEIAS BÁSICAS:

“Cansei de mentiras, cansei de escolher o menos pior. Eu não quero ouvir mais mentiras, eu quero o poder de demitir os políticos ruins”

“Cansei da corrupção. Eu perdoo você desde que devolva o que roubou e , claro, que pare de roubar.” 

“Cansei de o Governo gerir mal a Petrobras. Já que não soube tomar conta, Sr. Governo, devolva metade dela para os brasileiros.

Eu quero salvar a Petrobras.”

“Cansei de aparelhamento, cansei de cabide de emprego. Eu quero servidores públicos concursados, honestos, competentes, valorizados e produtivos.”

“Cansei de um sistema tributário confuso, voraz e injusto. Eu quero pagar meus tributos de forma clara, justa e simples.”





.


quinta-feira, dezembro 04, 2014

Lina 100 ANOS Bo Bardi

Homenagem do Google+ a arquiteta Lina Bo Bardi que completaria cem anos em dezembro de 2014 e que é autora do projeto abaixo, do MASP (Museu de Arte de São Paulo), Lina Bo Bardi completaria cem anos em dezembro de 2014. Poucos centenários são comemorados com as concepções do homenageado tão reconhecidas pela sua atualidade. No caso, mais do que foram enquanto vivia.





Durante seus últimos dez anos de vida, após a inauguração do SESC Pompeia em 1982, Lina abriu uma nova fase em sua carreira. Apoiada pelos seus jovens colaboradores, Marcelo Ferraz, André Vainer e Marcelo Suzuki, produziu projetos que apontavam para uma renovação da arquitetura brasileira, então um tanto acomodada pela falta de oxigênio cultural dos anos da ditadura.
Após sua morte em 1992, o reconhecimento desses anos foi potencializado pelo Instituto Bardi, graças a suas exposições, publicações e presença na mídia. Lina tornou-se uma referencia internacional. O século XXI, mais especificamente o pós crise de 2008, viu vários dos seus temas e posições tornarem-se pauta do debate sobre cultura, meio-ambiente, patrimônio histórico e produção material da arquitetura e dos objetos.

Para comemorar seu centenário, o Instituto Bardi reuniu várias iniciativas dispersas em um comitê curador, procurando dar organicidade ao evento e evitar sobreposições e redundâncias. Além de várias exposições, publicações, filmes, encontros e uma campanha pela recuperação de suas principais obras compõe a programação.

Exposições:

Maneiras de expor: arquitetura expositiva de Lina Bo Bardi 
Local: Museu da Casa Brasileira, São Paulo
Curadoria: Giancarlo Latorraca 
Abertura: 19 de agosto 2014

A arquitetura política de Lina Bo Bardi 
Local: SESC Pompeia, São Paulo
Curadoria: Marcelo Ferraz e André Vainer
Abertura: 8 de outubro de 2014

Lina gráfica
Local: SESC Pompeia, São Paulo
Curadoria: João Bandeira e Ana Avelar
Abertura: 8 de outubro de 2014

Lina Bo Bardi e o Triângulo Mineiro 
Local: Casa Paroquial da Igreja Espírito Santo do Cerrado, no Bairro Jaraguá, Uberlândia/MG
Curador Geral: Edmar de Almeida
Equipe Curatorial: Adriano Tomitão Canas, Ariel Luis Lazzarin, Luiz Carlos de Laurentiz, Maria Beatriz Camargo Cappello, Maria Eliza Guerra, Roberto Andrade e Marilia Maria Brasileiro Teixeira Vale
Abertura: outubro de 2014

Lina Bo Bardi 100 : Brazil's aternative path to modernism
Local: Architekturmuseum der TU München (Pinakothek der Moderne), Munique, Alemanha
Curadoria: Andres Lepik e Simone Bader
Abertura: dezembro de 2014
http://www.architekturmuseum.de/en/exhibitions/preview/lina-bo-bardi-1oo/


La architettura politica di Lina Bo Bardi (Título provisório) 
Local: Galeria Nacional de Arte Moderna, Roma, Itália
Curadoria: Alessandra Criconia
Abertura: a ser definida

Latin America in Construction: Architecture 1955-1980 
Participação de Lina em exposição coletiva com cinco projetos
Local: Museum of Modern Art de Nova York, EUA
Curadoria: Barry Bergdall, Carlos Eduardo Comas e Francisco Liernur
Abertura: de março a junho de 2015
http://press.moma.org/2014/04/latin-america-in-construction/


Lina Bo Bardi born in Rome in 1914
Local: Johann Jacobs Museum, Zurich, Suíça
De junho a novembro de 2014 
Curadoria: Roger Martin Buergel
http://www.johannjacobs.com.



O Mobiliário de Lina Bo Bardi:
TEMPOS PIONEIROS

Da fundação do MASP 7 de abril, passando pela criação do Studio Palma,
com Giancarlo Palanti, além do mobiliário da Casa de Vidro.
Curadoria: Sérgio Campos
Abertura: 18 de outubro.
Exposição funciona de quinta a domingo das 10 às 16h30, entrada até as 15h45.



CENTENÁRIO DE LINA BO BARDI - TEMPOS VIVOS DE UMA ARQUITETURA
Local - Salvador - Museu de Arte Moderna da Bahia e Casa do Benin
Curadoria - Ana Carolina Bierrenbach e Carla Zollinger
Abertura - de 3 a 5 de dezembro de 2014



Lina Bo Bardi em Uberlândia (Lina Bo Bardi e o Triângulo Mineiro)
07 de novembro à 05 de dezembro de 2014
segunda à sexta das 9h às 16h30

Paróquia Divino Espírito Santo
Avenida dos Mognos, 355
Bairro Jaraguá - Uberlândia, Minas Gerais