TRADUTOR / TRANSLATER

TRADUTOR / TRANSLATER / TRADUCTEUR / TRADUCTOR / TRADUTTORE
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Quem sou eu

Minha foto

Bem vinda(o) à página de Ton MarMel, Artista Visual, que desde criança manifestou dotes para pintura, desenho, escultura, frequentou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, recebeu inúmeros prêmios, participou de dezenas de salões de artes, exposições INDIVIDUAIS no Brasil e exterior, é Advogado, doutor em Direito Público há mais de 15 anos, que tem a missão de oferecer obras de artes, serviços artísticos experientes e conhecimentos de excelência com criatividade, segurança e eficiência, inclusive para ASESSESSORIA ARTÍSTICA, CONSULTORIA ON LINE.  (º--º)  Meu trabalho é conhecido e reconhecido por várias pessoas físicas e jurídicas pois presto serviços e ATENDIMENTOS INDIVIDUAIS E EM GRUPOS, inclusive como PALESTRANTE sobre arte social, direito, projetos sociais de relevância, desenvolvimento pessoal, motivação, empoderamento, liberdade emocional.



TOTAL DE VISITANTES

TOTAL DE VISITANTES

SEGUIDORES DE MARMEL

PESQUISAR NESTE SITE?

RECEBER NOTÍCIAS DE PUBLICAÇÕES? DIGITE E-MAIL

sexta-feira, janeiro 28, 2011

QUATRO INTEIROS DE DOIS

QUATRO INTEIROS DE DOIS É QUANDO DOIS INTEIROS SE TOMAM E SE SOMAM PELAS METADES PARA FORMAREM UM TODO INTEIRO, NÃO MAIS PELAS METADES. (Marmel).



Veja bem, como são dois inteiros, então cada um inteiro toma por inteiro o outro, e cada um fica sendo agora 2, e como se somam pelas metades de cada inteiro original para nascer um outro inteiro, então resulta que cada um fica com um inteiro e mais metade do outro, e da outra metade de cada um  tomada somada a sua metade tomada resulta um novo inteiro, resultando disso tudo que fica cada com um inteiro acrescido da metade da parceira, e mais , com a adição de um novo ser cada um. Resumindo, no final cada parte, homem e muher ficam com 1, 5, e da metade de cada um, nasce um novo ser por ineteiro e original, resultando ao final duas pessoas novas com potencial de uma e meia das pessoas  originais, e mais uma terceira pessoa, resultado do somatório das duas primeiras. CONFUSO?! NNEM TANTO... FACIM, FACIM... Abraços. MARMEL

segunda-feira, janeiro 17, 2011

INTUIÇÃO, SEXTO SENTIDO E FEELING NA ARTE, CIÊNCIA E VIDA

INTUIÇÃO, SEXTO SENTIDO E FEELING NA ARTE, CIÊNCIA E VIDA 




CIENTISTAS PROVAM QUE A INTUIÇÃO É UM PROCESSO DA MENTE E CORAÇÃO SENSORIAL, POR ISSO APRENDA A USAR O MESMO PODER DE EINSTEIN, MOZART, JUNG E OUTROS. AFINAL, QUEM NUNCA TEVE A TEMEROSA SENSAÇÃO DE QUE DEVERIA MUDAR DE OPÇÃO NO INSTANTE EXATO DE TOMAR UMA DECISÃO?! OU QUE DEVERIA TER OPTADO POR OUTRA SOLUÇÃO IMEDIATAMENTE APÓS MANIFESTAR SUA OPÇÃO?!

Pois é, desde os primeiros anos de vida notei um fenômeno curioso que sempre acontece comigo e muitas pessoas, por isso resolvi prestar mais atenção nesse acontecimento momentâneo, buscar explicações mais científicas e aprender um pouco sobre esse fato que revela um pouco mais da divindade humana, influencia sua vida, seu sentimento de amor, criatividade, sensibilidade, emoção e arte.


Para algumas pessoas essa dúvida é normal e não passaria de um simples impulso provocado por qualquer insegurança boba quando se depara inesperadamente com uma decisão a tomar. No entanto, PARA OUTRAS PESSOAS, ESSE EXATO SEGUNDO JAMAIS PASSARÁ DESAPERCEBIDO, E O QUE ACONTECEU NAQUELE EXATO INSTANTE É ALGO  QUE NÃO SE CONSEGUE TRADUZIR EM POUCAS PALAVRAS, E PODE INDICAR, ALGUMAS OU MUITAS VEZES, A MELHOR ALTERNATIVA PARA AQUELA  SITUAÇÃO, NAQUELAS CIRCUNSTÂNCIAS INDIVIDUAIS. E  dentro desse segundo grupo me incluo e parabenizo cientistas e estudiosos brasileiros, americanos e europeus pela implementação de Centros de Pesquisa e Estudos da INTUIÇÃO, um fenômeno classificado como a capacidade de PERCEBER ou DISCERNIR verdades, coisas, eventos ou acontecimentos futuros de modo imediato, automático, independente de sua vontade, e diferente do método que usa simplesmente a razão ou conhecimento analítico, utilizado na maioria das vezes.

Também chamada de sexto sentido, premonição ou feeling, a INTUIÇÃO que sempre foi vista como algo inexplicável
ou místico, até então, finalmente caiu nas graças de renomados cientistas e estudiosos que buscam através de seu estudo esclarecer os complicados processos mentais e corporais que se escondem por trás da intuição. Prova dessa verdade é o grande volume de pesquisas publicadas na internet que evidenciam uma atenção cada vez maior para o tema do sexto sentido.




Uma dessas pesquisas traz um resultado no mínimo curioso. Um grupo voluntário de dez empresários bem sucedidos, que acredita que a intuição os ajudou a enriquecer, submeteu-se a uma série de testes psicológicos e fisiológicos. Fizeram exercícios que simulavam investimentos em empresas que apresentavam resultados negativos, dispondo do mínimo de informações possíveis. No desenvolvimento dos exercícios e indicação das melhores soluções para os problemas das empresas alguns preferiram confiar também em seus palpites e experiências individuais, enquanto outros se detiveram apenas no âmbito dos racionais dados matemáticos que lhes foram fornecidos. RESULTADO: as empresas coordenadas pelos empresários que confiaram também na intuição apresentaram resultado mais positivo, e os respectivos empresários tiveram uma desaceleração no rítimo cardíaco seis (6) segundos antes de assinalarem suas opções, além de que ficou provado também que o corpo passa por um estímulo
antes de o cérebro fazer a decisão; o que prova igualmente que O CORAÇÃO TAMBÉM É ÓRGÃO SENSORIAL.

Outra pesquisa de resultado interessante revela que ATÉ MESMO NOS ERROS DO PASSADO SE ENCONTRAM SINAIS PARA COMPREENDER A INTUIÇÃO. O mecanismo é simples e acorre sem que se perceba: uma onda elétrica é disparada milésimos de segundo APÓS uma decisão, mas ANTES do fato em si consumar-se ou ter continuidade, como uma espécie de lembrete para que se evite uma situação desagradável vivida e esquecida no presente, mas que poderá se repetir logo em seguida. Tal mecanismo serviria como um sinal do organismo para que se permaneça alerta a fim de que se evite cometer novamente o mesmo erro ou busque corrigir um erro em andamento que ameaça ser concluído breve, ou evitar um acidente iminente em decorrência de buracos na estrada, por exemplo. Afinal, MONITORAR OS PRÓPRIOS ERROS É OBRIGAÇÃO DE TODOS, ALÉM DE PRÉ-REQUISITO PARA A EXISTÊNCIA DA INTUIÇÃO, pois  “GATO ESCALDADO TEM MEDO DE ÁGUA FRIA”, e tem medo de água fria porque já foi banhado em água de temperatura agradável (morna) e não gostou, e se não gostou dessa certamente não gostará da água na temperatura fria, desagradável!


Entretanto, não se deve confundir os sinais de intuição com uma atitude repentina, impensada e rompante, e mesmo uma virada apressada ou desistência de última hora de um projeto que vinha criteriosamente sendo implantado com sucesso e satisfação visíveis, que já apresentava resultados satisfatórios e benéficos, que caminhava sem incidentes sérios, ou, ainda, não se deve confundir a intuição com volubilidade, com falta de persistência e perseverança, inconstância e distúrbios na personalidade, ou mesmo medo de enfrentar responsabilidades que poderão advir da decisão anteriormente tomada.

Não! Definitivamente a intuição não tem nada disso e com isso não se confunde, nem serve para justificar fatos fortuitos posteriores, alheios e acidentais àquilo que era perene e certo até então. Afinal, todos possuem o direito de mudar de opinião na condução prática de uma linha de raciocínio e mesmo durante a implementação efetiva desse raciocínio, mas tal mudança não se atribui e não se confunde nem de longe com a intuição visto que A INTUIÇÃO NÃO É A POPULAR ARTE DA ADVINHAÇÃO, MAS ANTECEDE A AÇÃO OU OCORRE DURANTE SUA CONTINUIDADE EM FACE EVENTO FUTURO E TALVEZ CERTO, E POSSUI RELAÇÃO DIRETA COM OS ANTECEDENTES DAS PESSOAS OU COISAS ENVOLVIDAS DIRETAMENTE; do contrário qualquer acontecimento bestial, durante ou posterior e alheio a decisão, poderia servir de desculpa para não se cumprir até o final a decisão anteriormente tomada e colocada em andamento SEM PROBLEMAS, por simples incúria.

Por outro lado, é bom que se deixe claro que a intuição não se confunde com a parapsicologia, que é utilizada para situações que fogem às explicações da ciência, ou seja, quando não se tem um conhecimento prévio que justifique a atitude intuitiva ou percepção sensorial e que se relaciona com mensagens captadas pelo inconsciente por vias paranormais.

Entre estudiosos da intuição é pacífico que AS PERCEPÇÕES ATUAM COMO SE FOSSEM O SEGUNDO PILOTO AUTOMÁTICO DA CONSCIÊNCIA, OU SEJA, QUE ELAS ENTRAM EM AÇÃO QUANDO O RACIOCÍNIO É COLOCADO EM
SEGUNDO PLANO E DEVE SER COMPREENDIDA COMO “CONHECER ALGO SEM TER CONSCIÊNCIA DISSO”, pois nem sempre temos justificativas para certas coisas que executamos automaticamente, e TAL FATO SE DEVE A HERANÇA DE NOSSOS ANTEPASSADOS CAVERNOSOS, DURANTE A EVOLUÇÃO DA HUMANIDADE, EM FACE DO AMBIENTE HOSTIL E REPLETO DE VORAZES PREDADORES EM QUE, PARA SOBREVIVER, A ESPÉCIE HUMANA SE VIU OBRIGADA A VIVER EM CONSTANTE ESTADO DE ALERTA NA SELVA POIS JAMAIS PODERIA ESPERAR E AVALIAR SE CORRIA PERIGO OU NÃO:TINHA DE FUGIR ANTES MESMO DE AVISTAR O PERIGO PARA SOBREVIVÊNCIA DA ESPÉCIE.


De acordo com meu entendimento e de ilustres psicólogos como David Myers, professor da Hope College (EUA), o Feeling  tem dois lados, o positivo e o negativo, ou seja, a mente opera em duas vias, quais sejam, o sistema lógico-racional (pensar) - que requer esforço para ser empregado-, e o sistema intuitivo-emocional (intuição) –que é automático, mais associativo, cintilante, e nasce a partir de informações e experiências já vividas pela pessoa. Além disso, afirmo que os aspectos mais benéficos desta segunda via são ALIMENTAR A CRIATIVIDADE e ORIENTAR a tomada de decisões quando o sistema analítico (lógico-racional) não dispõe de muitos meios para apontar respostas convincentes. No entanto, advirto que o uso desequilibrado desta via pode gerar preconceitos a partir de experiências mal sucedidas ou inadequadas.



Exemplo conhecido do uso da intuição com resultado positivo é do ex-goleiro da Seleção Brasileira de Futebol, Cláudio Taffarel, famoso por ser um exímio defensor de pênaltis fazendo uso de sua intuição ao lançar, muitas e importantes vezes com sucesso, seu corpo na mesma direção em que a bola era chutada para defeder-se de um gol(chute), de forma aparentemente aleatória. Todavia, enquanto uns afirmam que esse tipo de defesa é questão de pura sorte, outros preferem dizer que é questão de treino, ao passo que ninguém tem dúvida de que o background (experiência) conta nesses momentos e que O SUCESSO DE TUDO DEPENDE DO ESTADO EMOCIONAL, igualmente.


NÃO SE FIXAR SOMENTE NO QUE DIZ SEU INSTINTO; VISUALIZAR BEM O PROBLEMA A SER ENFRENTADO; PRESTAR MUITA ATENÇÃO À ANÁLISE RACIONAL DA SITUAÇÃO; SABER DOSAR E EQUILIBRAR BEM OS DOIS SISTEMAS PARA DECIDIR SITUAÇÕES, são indicações de cientistas a todos que quiserem utilizar melhor o sexto sentido PARA AUMENTAR A CHANCE DE ACERTOS com base em pressentimentos, estímulos e percepção que orientam a mente intuitiva a formar bons palpites por meio de pequenos exercícios de meditação ou relaxamento.


NA ÓTICA DA PSICANÁLISE A INTUIÇÃO NÃO TEM ORIGEM EM EXPERIÊNCIAS DE VIDAS PASSADAS OU MENSAGENS DE MORTOS VINDAS DO ALÉM, NEM SE CONFUNDE COM A ADVINHAÇÃO POPULAR, mas ocorre como um insight luminoso, que necessita de maiores estudos para que se conheça melhor como se processa.

Afinal, quem encontra uma pessoa e tem a impressão de que ela está triste mesmo sem notar sinais aparentes; quem já não sonhou que estava grávida e descobriu que uma amiga de fato estava grávida; quem não simpatiza com alguém logo de cara e depois verifica que os motivos da existência da antipatia eram procedentes; quem em sonho não se viu traída e depois comprovou que de fato o estava sendo na realidade; quem toma um atalho numa estrada, mesmo sem ver que na frente há um enorme acidente, porque conhece o trecho adiante e sabe que normalmente naquele lugar vive ocorrendo acidentes, e de fato comprova depois que houve um acidente horrível naquele local; quem já passou por essas e outras situações já exercitou sua intuição.

De minha parte, confesso, esses fenômenos têm-me perseguido desde os primeiros anos da infância e seguem tanto na vida pessoal quanto profissional, seja no setor jurídico seja na seara das artes plásticas. Me lembro que no ano de 2007 estava certo de viajar para o nordeste para rever familiares e amigos, após décadas de ausência e ensaios de viagem, que inclusive já havia combinado com amigos que residem lá uma variada agenda de programas a cumprir desde a minha chegada. No entanto, sem entender as peripécias do destino e o que me acontecia no íntimo, completamente tomado por uma força arrebatadora que me tirou o chão debaixo dos pés e me lançou o corpo a levitar no ar, uma energia estranha, divina, maravilhosa e psico-fisiológica, decidi, na véspera, seguir meu instinto e sentimento fulminante, e mudei completamente o rumo de minha viagem indo parar em São Paulo -local onde havia
residido quando estudava no Curso de Arquitetura e Urbanismo-, e, seja por intuição seja por fenômeno parapsicológico (haviam comprovadamente bem mais que amplas condições propícias para a ocorrência de ambos os eventos), é fato certo que jamais me arrependi ou esquecerei dessa mudança de destino e divina surpresa de Vida.

Assim, em matéria de intuição ou parapsicologia e seus reflexos sobre o amor, a arte e a vida é cristalina a verdade de que percepção é realidade e que tudo mais é ilusão, pois o futuro tem sempre direito de nos surpreender e todos temos condições de tirar proveito do sexto sentido, mas que apenas aqueles que se livram do excesso de domínio da razão, do conhecimento discursivo e analítico para perceber o mundo conseguem aproveitá-lo, porque de fato são seres espirituais vivendo experiências humanas. E assim é a vida, e o mesmo vale para tudo o que cortamos em nosso caminho.


MARMEL – antonio MARtins MELo


RIO, ATÉ QUANDO EU NÃO SORRIO?

FOGO DE MORRO ACIMA, ÁGUA DE MORRO ABAIXO.... 


É assim que as coisas estão no Rio de Janeiro.


ATÉ QUANDO, RIO? ATÉ QUANDO NÃO SORRIO?








































Até quando a polícia terá que subir nos morros a custa de muito fogo e tiro trocado com bandidos e marginais para libertar famílias vítimas do flagelo social, impor a lei, levar a ordem, a justiça social, o estado de direito, o desenvolvimento social, a educação, cultura, saúde, trabalho, lazer, condições dignas mínimas de sobrevivência a dezenas de milhares de brasileiros?

Até quando milhões de famílias ainda serão soterradas e mortas pela força e quantidade de água que desce morro abaixo. Até quanto milhares terão que morar e viver em clareiras de matagais em pé de serra, em morros, em cidades, em palafitas montadas em morros íngremes ou centros urbanos sem a menor infraestrutura ou estrutura deficitária de limpeza, higiene, coleta de lixo, saúde urbana?

Até quando o brasileiro irá continuar rindo de tudo, de todos e até da própria desgraça sem tomar uma atitude séria, sem assumir uma atitude digna e de  responsabilidade na vida para não continuar padecendo as desgraças que todos os anos são escancardas em noticiários de norte a sul do país?

ATÉ QUANDO?!
QUANDO A GALINHA NASCER COM DENTES ? 

domingo, janeiro 02, 2011

TROQUE 01 PARLAMENTAR POR 344 PROFESSORES

"No  futebol, o Brasil ficou entre os 8 melhores do  mundo e todos estão tristes.   Na  educação é o 85º e ninguém  reclama..."


EU  APOIO ESTA TROCA

TROQUE  01 PARLAMENTAR POR 344  PROFESSORES  

O  salário de 344 professores que ensinam  =  ao  de 1 parlamentar que rouba

Essa  é uma campanha que  vale a pena! 

Prezados amigos!

Sou  professor de Física, de ensino médio de uma  escola pública em uma cidade do interior da  Bahia e gostaria de expor a você o  meu  salário bruto mensal:  R$650,00

Eu  fico com vergonha até de dizer, mas meu salário  é R$650,00. Isso mesmo! E olha que eu ganho mais  que outros colegas de profissão que não possuem  um curso superior como eu e recebem minguados  R$440,00. Será que alguém acha que, com um  salário assim, a rede de ensino poderá contar  com professores competentes e dispostos a  ensinar? Não querendo generalizar, pois ainda  existem bons professores lecionando, atualmente  a regra é essa: O professor faz de conta que dá  aula, o aluno faz de conta que aprende, o  Governo faz de conta que paga e a escola aprova  o aluno mal preparado. Incrível, mas é a pura  verdade! Sinceramente, eu leciono porque sou um  idealista e atualmente vejo a profissão como um  trabalho social. Mas nessa semana, o soco que  tomei na boca do estomago do meu idealismo foi  duro! 

Descobri que um  parlamentar brasileiro custa para o país R$10,2  milhões por ano...  São os parlamentares mais caros do mundo. O  minuto trabalhado aqui custa ao contribuinte  R$11.545.

Na  Itália, são gastos com parlamentares R$3,9  milhões, na França, pouco mais de R$2,8 milhões,  na Espanha, cada parlamentar custa por ano R$850  mil e na vizinha Argentina  R$1,3 milhões. 

Trocando  em miúdos, um parlamentar custa ao país, por  baixo, 688 professores com curso superior  !

Diante  dos fatos, gostaria muito, amigo, que você  divulgasse minha campanha, na qual o lema  será:

'TROQUE  UM PARLAMENTAR POR 344  PROFESSORES'.

Repassar esta mensagem é  uma obrigação, é sinal de patriotismo, pois a vergonha que  atualmente impera em nossa política  está desmotivando o nosso povo e arruinando o nosso querido Brasil. 

É o mínimo que  nós, patriotas, podemos fazer.

MARMEL 

DESEJOS A NOSSA PROSPERIDADE EM 2011

DESEJO A SUA PROSPERIDADE EM 2011



Realmente somos livres e responsáveis por aquilo que nos tornamos em meio a dura realidade de diamante bruto e delicada flor do pessegueiro que vivemos, apesar de sabermos que muitas das infelicidades que sentimos são causadas pelas regras que elaboramos, que nos atribuímos e que a sociedade nos impõe, independente de nossa vontade.

E também independente de nossa vontade é certo que a vida é uma arriscada aventura ou não é nada, e a mudança nunca é uma perda, é só uma mudança; e é o destino que conduz aquele que a quer e arrasta aquele que não a quer, pois o sucesso depende de onde está sua intenção e suas oportunidades, embora a dúvida entre o ir e o ficar seja uma dor solitária demais para perceber que a fé é sua irmã gêmea.

Assim,  ante esse intróito que pode não ter sido novidade para alguns, relembro as chaves que poderão abrir portas da prosperidade em 2011 para todos nós: 

1-      DESEJAR SÓ O BEM – Somente pedir ou desejar algo voltado para o bem;
2-      TER UM OBJETIVO DEFINIDO – Tenha a imagem do seu objetivo clara e definida em detalhes;
3-      ESCREVER O QUE DESEJA – Escreva seu pedido, leia-o diariamente, mantenha o que você deseja em absoluto segredo;
4-      VEJA E SINTA O SEU DESEJO REALIZADO – Crie imagens mentais do seu objetivo concretizado, sinta as emoções e procure torna-las reais;
5-      TENHA ABSOLUTA FÉ – Ter Fé significa acreditar, confiar, ter certeza da realização, porém, sem apego, é o querer e desejar. Afinal o seu objetivo é um direito seu.
  
Basta acreditar e confiar. Não duvide jamais. A dúvida neutraliza a fé. Duvidar significa não ter fé. Por isso, sinta-se próspero. Cultive o sentimento da prosperidade e lembre-se: viva intensamente o agora sem se esquecer do futuro nem do passado, pois é no agora que você constrói o futuro.  

Talvez você ache que isso tudo que você leu possa até ser uma tremenda bobagem e infantilidade. Mas seja como for, será que você já parou para pensar no quanto você está realmente comprometido consigo mesmo?! Isso é, com seus desejos, sonhos, objetivos?! Parece meio paranóico escrever isso, mas será que você não se tornou o seu maior obstáculo?

É claro que outras pessoas e situações cotidianas fora do controle contribuem para concretizar esses obstáculos, mas será que você não compactuou com eles a partir do momento que passou a acreditar mais nos outros que em você mesmo e será que não está na hora de retomar o controle da situação nesse ano novo que se inicia antes que seja tarde e antes que se perca a noção das coisas ainda mais?!

Veja, nunca é tarde para lembrar que:
NA PROFUNDEZA DO SEU SER ESTA O SEU DESEJO.
NO SEU DESEJO ESTÁ A SUA VONTADE.
NA SUA VONTADE ESTÃO SEUS ATOS.
NOS SEUS ATOS ESTÁ O SEU DESTINO.

Ante isso, conta-se que certo cão estava quase morto de sede, parado junto a uma poça de água, e toda vez que ele olhava seu reflexo na água, ficava assustado e recuava, porque pensava ser outro o cão, o animal que via na água o reflexo. Finalmente, era tamanha a sua sede que abandonou o medo e se atirou para dentro da água, e com isso o reflexo desapareceu, e o cão descobriu que o obstáculo – que era ele próprio – a barreira entre ele e o que buscava, havia desaparecido.

Ora, de certo modo, mais um ano termina sem que tenhamos realizado tudo aquilo a que nos propusemos no final do ano passado; de certo modo, é verdade que estamos parados no meio do nosso próprio caminho. E a menos que compreendamos isso, nada será possível em direção ao nosso crescimento. Se a barreira fosse alguma pessoa, algo que não dependesse de nós mesmos, poderíamos contornar e desviar. Mas nós somos nossas próprias barreiras. Nós não podemos nos desviar – quem vai desviar-se de quem? Nossa barreira somos nós e nos seguirá como uma sombra enquanto não compreendermos isso e enquanto não superarmos isso e nossas próprias fraquezas e perda de foco e objetivo em detrimento daquilo que nada contribui  para nosso engrandecimento, sucesso e felicidade.

Esse é o ponto onde nós estamos – junto da água, quase mortos de sede, tristes e ou mesmo decepcionados com a falta de sucesso em alguma coisa. Mas alguma coisa nos impede,  porque  nós não estamos saltando para dentro da água, não estamos fazendo o que é preciso para atingir o que de fato queremos, precisamos e nos propusemos a fazer e por não havermos feito nos decepcionamos com nós mesmos. E o que nos impede de fazermos o que precisamos? O que nos segura? Alguma coisa nos segura? O que é? É uma espécie de medo. Porque a margem que estamos é conhecida, é familiar e pular no rio é ir em direção ao desconhecido. O medo sempre diz: “Agarre-se aquilo que é familiar, ao que é conhecido”.

E as nossa misérias, nossas tristezas, nossas depressões, nossas angústias, nossos complexos nos são familiares, são habituais. Nós vivemos com eles por tanto tempo e nos agarramos a eles como se fossem nossos tesouros. O que nós temos conseguido com isso? Será que não podemos renunciar a nossas misérias? Já não vivemos o bastante com elas? Será que já não nos mutilaram demais? O que estamos esperando?!

E esse é o caso de todos nós nesse final de mais um ano. Ninguém nos está impedindo. Apenas o próprio reflexo entre nós e nosso destino, entre nós como uma semente e nós como uma flor. Se ninguém nem nada nos impede, nem ninguém está nos criando obstáculos ou se ninguém é o obstáculo não devemos continuar a jogar nos outros a nossa própria responsabilidade. Jogar nos outros a responsabilidade que os outros não criaram, nem depende de terceiros ou das circunstâncias, é uma forma de autopiedade e consolo. Então, que deixemos de nos consolar, deixemos de autopiedade, fiquemos atentos, abramos os olhos para o Ano Novo que se inicia hoje..

Vejamos hoje o que está acontecendo com nossa vida hoje, e não amanhã ou ano que vem. Escolhamos o certo e decidamos dar o salto para o futuro hoje, e não ano que vem; pois para os que possuem bens a felicidade NÃO deveria consistir em alcançar o que se deseja, mas em se gostar do que já se tem, ao passo que – para aqueles que ainda não possuem bens – a felicidade consiste em se alcançar aquilo que se deseja, mesmo que se goste do que já se tem e do que se irá ter.

Por isso, faça sua parte e faça bem feito, com profissionalismo, com profissionais e com responsabilidade sua lição de casa, hoje, pois não há mais lugar para amadorismos no mundo nem o tempo dá voltas para que se refaça aquilo que só você deveria ter feito, quando pode, quis, poderia ou era obrigado a fazer e não o fez.

E QUE DEUS ABENÇÕE A SUA VIDA PROFISSIONAL, EMOCIONAL E INTELECTUAL, SUA RACIONALIDADE, SUA ARTE E SUA CRIATIVIDADE, SEU BOM SENSO, SUAS BOAS ATITUDES, O SEU FOCO E OBJETIVIDADE, SUA CLAREZA, SUA PAZ, SAÚDE E TRANQUILIDADE, SEU EQUILÍBRIO E DETERMINAÇÃO, OBSTINAÇÃO E PERSISTÊNCIA, SEU AMOR PRÓPRIO, SEU AMOR AO TRABALHO E SUA VIDA, SUA FELICIDADE E FELICIDADE DE SEUS FAMILIARES E DE SEU AMOR, SEUS PROJETOS, OS SEUS NEGÓCIOS, SUAS REALIZAÇÕES, ESFORÇOS, ECONOMIAS E CONQUISTAS COM MUITAS PROSPERIDADES NO ANO DE DOIS MIL E ONZE (2011).

Cordial e afetuoso abraço,

MARMEL
anTONio MARtins MELo.