TRADUTOR / TRANSLATER

TRADUTOR / TRANSLATER / TRADUCTEUR / TRADUCTOR / TRADUTTORE
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Quem sou eu

Minha foto

Bem-vinda(o) à MarMel visualARTS do premiado artista Ton MarMel que desde infante manifestou dotes para pintura, desenho, escultura, frequentou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, participou de dezenas de salões, exposições no Brasil e exterior, é Doutor em Direito Público que tem a missão de oferecer conhecimento, obras e serviços de excelência com criatividade, segurança e eficiência. 


SEGUIDORES DE MARMEL

TOTAL DE VISITANTES

DESTAQUE

CARTA ABERTA A EXCELENTÍSSIMA SENHORA PRESIDENTA DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL SOBRE A SITUAÇÃO DA ARTE E DO ARTISTA BRASILEIROS - http://marmel-ton-marmel.blogspot.com/2011/09/carta-aberta-excelentissima-senhora.html
- "NÓS,BRINQUEDOS" - Conjunto de mais de 600 TELAS executadas em técnicas diversas, distribuído em 4 Volumes, acompanhado de TEXTO-TESE indicativo que pode ser lido integralmente neste link de postagem anterior http://marmel-ton-marmel.blogspot.com/2011/05/nos-brinquedos.html#links - "NÓS, BRINQUEDOS: porque desde a infância somos nossos próprios brinquedos, realizações, sonhos, projetos, inventos, alegrias e decepções." (MarMel) - "Ninguém te sacudiu pelos ombros quando ainda era tempo. Agora, a argila de que

domingo, janeiro 02, 2011

DESEJOS A NOSSA PROSPERIDADE EM 2011

DESEJO A SUA PROSPERIDADE EM 2011



Realmente somos livres e responsáveis por aquilo que nos tornamos em meio a dura realidade de diamante bruto e delicada flor do pessegueiro que vivemos, apesar de sabermos que muitas das infelicidades que sentimos são causadas pelas regras que elaboramos, que nos atribuímos e que a sociedade nos impõe, independente de nossa vontade.

E também independente de nossa vontade é certo que a vida é uma arriscada aventura ou não é nada, e a mudança nunca é uma perda, é só uma mudança; e é o destino que conduz aquele que a quer e arrasta aquele que não a quer, pois o sucesso depende de onde está sua intenção e suas oportunidades, embora a dúvida entre o ir e o ficar seja uma dor solitária demais para perceber que a fé é sua irmã gêmea.

Assim,  ante esse intróito que pode não ter sido novidade para alguns, relembro as chaves que poderão abrir portas da prosperidade em 2011 para todos nós: 

1-      DESEJAR SÓ O BEM – Somente pedir ou desejar algo voltado para o bem;
2-      TER UM OBJETIVO DEFINIDO – Tenha a imagem do seu objetivo clara e definida em detalhes;
3-      ESCREVER O QUE DESEJA – Escreva seu pedido, leia-o diariamente, mantenha o que você deseja em absoluto segredo;
4-      VEJA E SINTA O SEU DESEJO REALIZADO – Crie imagens mentais do seu objetivo concretizado, sinta as emoções e procure torna-las reais;
5-      TENHA ABSOLUTA FÉ – Ter Fé significa acreditar, confiar, ter certeza da realização, porém, sem apego, é o querer e desejar. Afinal o seu objetivo é um direito seu.
  
Basta acreditar e confiar. Não duvide jamais. A dúvida neutraliza a fé. Duvidar significa não ter fé. Por isso, sinta-se próspero. Cultive o sentimento da prosperidade e lembre-se: viva intensamente o agora sem se esquecer do futuro nem do passado, pois é no agora que você constrói o futuro.  

Talvez você ache que isso tudo que você leu possa até ser uma tremenda bobagem e infantilidade. Mas seja como for, será que você já parou para pensar no quanto você está realmente comprometido consigo mesmo?! Isso é, com seus desejos, sonhos, objetivos?! Parece meio paranóico escrever isso, mas será que você não se tornou o seu maior obstáculo?

É claro que outras pessoas e situações cotidianas fora do controle contribuem para concretizar esses obstáculos, mas será que você não compactuou com eles a partir do momento que passou a acreditar mais nos outros que em você mesmo e será que não está na hora de retomar o controle da situação nesse ano novo que se inicia antes que seja tarde e antes que se perca a noção das coisas ainda mais?!

Veja, nunca é tarde para lembrar que:
NA PROFUNDEZA DO SEU SER ESTA O SEU DESEJO.
NO SEU DESEJO ESTÁ A SUA VONTADE.
NA SUA VONTADE ESTÃO SEUS ATOS.
NOS SEUS ATOS ESTÁ O SEU DESTINO.

Ante isso, conta-se que certo cão estava quase morto de sede, parado junto a uma poça de água, e toda vez que ele olhava seu reflexo na água, ficava assustado e recuava, porque pensava ser outro o cão, o animal que via na água o reflexo. Finalmente, era tamanha a sua sede que abandonou o medo e se atirou para dentro da água, e com isso o reflexo desapareceu, e o cão descobriu que o obstáculo – que era ele próprio – a barreira entre ele e o que buscava, havia desaparecido.

Ora, de certo modo, mais um ano termina sem que tenhamos realizado tudo aquilo a que nos propusemos no final do ano passado; de certo modo, é verdade que estamos parados no meio do nosso próprio caminho. E a menos que compreendamos isso, nada será possível em direção ao nosso crescimento. Se a barreira fosse alguma pessoa, algo que não dependesse de nós mesmos, poderíamos contornar e desviar. Mas nós somos nossas próprias barreiras. Nós não podemos nos desviar – quem vai desviar-se de quem? Nossa barreira somos nós e nos seguirá como uma sombra enquanto não compreendermos isso e enquanto não superarmos isso e nossas próprias fraquezas e perda de foco e objetivo em detrimento daquilo que nada contribui  para nosso engrandecimento, sucesso e felicidade.

Esse é o ponto onde nós estamos – junto da água, quase mortos de sede, tristes e ou mesmo decepcionados com a falta de sucesso em alguma coisa. Mas alguma coisa nos impede,  porque  nós não estamos saltando para dentro da água, não estamos fazendo o que é preciso para atingir o que de fato queremos, precisamos e nos propusemos a fazer e por não havermos feito nos decepcionamos com nós mesmos. E o que nos impede de fazermos o que precisamos? O que nos segura? Alguma coisa nos segura? O que é? É uma espécie de medo. Porque a margem que estamos é conhecida, é familiar e pular no rio é ir em direção ao desconhecido. O medo sempre diz: “Agarre-se aquilo que é familiar, ao que é conhecido”.

E as nossa misérias, nossas tristezas, nossas depressões, nossas angústias, nossos complexos nos são familiares, são habituais. Nós vivemos com eles por tanto tempo e nos agarramos a eles como se fossem nossos tesouros. O que nós temos conseguido com isso? Será que não podemos renunciar a nossas misérias? Já não vivemos o bastante com elas? Será que já não nos mutilaram demais? O que estamos esperando?!

E esse é o caso de todos nós nesse final de mais um ano. Ninguém nos está impedindo. Apenas o próprio reflexo entre nós e nosso destino, entre nós como uma semente e nós como uma flor. Se ninguém nem nada nos impede, nem ninguém está nos criando obstáculos ou se ninguém é o obstáculo não devemos continuar a jogar nos outros a nossa própria responsabilidade. Jogar nos outros a responsabilidade que os outros não criaram, nem depende de terceiros ou das circunstâncias, é uma forma de autopiedade e consolo. Então, que deixemos de nos consolar, deixemos de autopiedade, fiquemos atentos, abramos os olhos para o Ano Novo que se inicia hoje..

Vejamos hoje o que está acontecendo com nossa vida hoje, e não amanhã ou ano que vem. Escolhamos o certo e decidamos dar o salto para o futuro hoje, e não ano que vem; pois para os que possuem bens a felicidade NÃO deveria consistir em alcançar o que se deseja, mas em se gostar do que já se tem, ao passo que – para aqueles que ainda não possuem bens – a felicidade consiste em se alcançar aquilo que se deseja, mesmo que se goste do que já se tem e do que se irá ter.

Por isso, faça sua parte e faça bem feito, com profissionalismo, com profissionais e com responsabilidade sua lição de casa, hoje, pois não há mais lugar para amadorismos no mundo nem o tempo dá voltas para que se refaça aquilo que só você deveria ter feito, quando pode, quis, poderia ou era obrigado a fazer e não o fez.

E QUE DEUS ABENÇÕE A SUA VIDA PROFISSIONAL, EMOCIONAL E INTELECTUAL, SUA RACIONALIDADE, SUA ARTE E SUA CRIATIVIDADE, SEU BOM SENSO, SUAS BOAS ATITUDES, O SEU FOCO E OBJETIVIDADE, SUA CLAREZA, SUA PAZ, SAÚDE E TRANQUILIDADE, SEU EQUILÍBRIO E DETERMINAÇÃO, OBSTINAÇÃO E PERSISTÊNCIA, SEU AMOR PRÓPRIO, SEU AMOR AO TRABALHO E SUA VIDA, SUA FELICIDADE E FELICIDADE DE SEUS FAMILIARES E DE SEU AMOR, SEUS PROJETOS, OS SEUS NEGÓCIOS, SUAS REALIZAÇÕES, ESFORÇOS, ECONOMIAS E CONQUISTAS COM MUITAS PROSPERIDADES NO ANO DE DOIS MIL E ONZE (2011).

Cordial e afetuoso abraço,

MARMEL
anTONio MARtins MELo.