TRADUTOR / TRANSLATER

TRADUTOR / TRANSLATER / TRADUCTEUR / TRADUCTOR / TRADUTTORE
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Quem sou eu

Minha foto

Bem-vinda(o) à MarMel visualARTS do premiado artista Ton MarMel que desde infante manifestou dotes para pintura, desenho, escultura, frequentou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, participou de dezenas de salões, exposições no Brasil e exterior, é Doutor em Direito Público que tem a missão de oferecer conhecimento, obras e serviços de excelência com criatividade, segurança e eficiência. 


SEGUIDORES DE MARMEL

TOTAL DE VISITANTES

DESTAQUE

CARTA ABERTA A EXCELENTÍSSIMA SENHORA PRESIDENTA DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL SOBRE A SITUAÇÃO DA ARTE E DO ARTISTA BRASILEIROS - http://marmel-ton-marmel.blogspot.com/2011/09/carta-aberta-excelentissima-senhora.html
- "NÓS,BRINQUEDOS" - Conjunto de mais de 600 TELAS executadas em técnicas diversas, distribuído em 4 Volumes, acompanhado de TEXTO-TESE indicativo que pode ser lido integralmente neste link de postagem anterior http://marmel-ton-marmel.blogspot.com/2011/05/nos-brinquedos.html#links - "NÓS, BRINQUEDOS: porque desde a infância somos nossos próprios brinquedos, realizações, sonhos, projetos, inventos, alegrias e decepções." (MarMel) - "Ninguém te sacudiu pelos ombros quando ainda era tempo. Agora, a argila de que

segunda-feira, dezembro 28, 2015

O DIAMANTE

Feche seus olhos. Inspire profundamente... agora, solte o ar... vagarosamente. Imagine que, ria ponta do seu nariz, exista um lápis colorido... Você pode escolher a cor do lápis... Tente, com sua cabeça, fazer um número oito na horizontal.. Faça esse movimento mais três vezes... Não esqueça da respiração. Inspire... e expire... e relaxe - esta é a base para melhorar a sua qualidade de vida, equilibre-se.


O mundo, a cada dia que passa, torna-se aparentemente mais caótico; os valores parecem se perder diante dessa correria toda; ninguém tem tempo para ninguém, nem para si mesmo. Essa é uma ótima receita para todos ficarem loucos. Por quanto tempo você irá suportar esse ritmo? Qual a sua desculpa: sobrevivência, dinheiro, status, poder... ou, quem sabe, até medo? Aprenda a relaxar e deixar o mundo de fora, de vez em quando.

Pense nas pessoas que você ama e diga isso a elas.
Arrume um tempo para você. Tente se lembrar de todos os sonhos de quando você era pequeno: o que você queria ser quando crescesse e, especialmente, quando e onde exatamente você se perdeu e desistiu de seus mais secretos sonhos. Relaxe e reencontre o seu diamante.
"Um corpo sem inteligência não ama. Um corpo sem saúde não desfruta do amor: Um gênio sem amor não tem saúde espiritual. Diante disso tudo, devemos a cada instante procurar a companhia das três virtudes, mesmo que alcancemos uma a uma".
Assim sendo, hoje, resolvi dar uma volta no Parque Olhos D’Água que fica pertinho de onde moro, e lá, catando PITANGAS bem vermelhas diretamente das árvores, lembrei de uma estória interessante que dizia mais ou menos assim...
O hindu chegou aos arredores de certa aldeia e aí se sentou para dormir debaixo de uma árvore.
Chega correndo, então, um habitante daquela aldeia e diz, quase sem fôlego: 
- Aquela pedra! Eu quero aquela pedra.

- Mas que pedra? pergunta-lhe o hindu.
- Ontem à noite, eu vi meu Senhor Shiva e, num sonho, ele me disse que eu viesse aos arredores da cidade, ao pôr-do-sol - aí devia estar o hindu que me daria uma pedra muito grande e preciosa e que me faria rico para sempre.
Então, o hindu mexeu na sua trouxa, tirou a pedra e foi dizendo:
- Provavelmente é desta que ele lhe falou; encontrei-a numa trilha da floresta, alguns dias atrás; podes levá-la!

E, assim falando, ofereceu-lhe a pedra.
O homem olhou maravilhado para a pedra. Era um diamante e, talvez, o maior jamais visto no mundo. Pegou, pois, o diamante e foi-se embora. Mas, quando veio à noite, ele se virava de um lado para outro em sua cama, sem conseguir dormir. Então, rompendo o dia, foi ver novamente o hindu e o despertou, dizendo:
- Eu quero que me dê essa riqueza que lhe tornou possível desfazer-se de um diamante tão grande assim tão facilmente!

.