TRADUTOR / TRANSLATER

TRADUTOR / TRANSLATER / TRADUCTEUR / TRADUCTOR / TRADUTTORE
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Quem sou eu

Minha foto

Bem vinda(o) à página de Ton MarMel, Artista Visual, que desde criança manifestou dotes para pintura, desenho, escultura, frequentou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, recebeu inúmeros prêmios, participou de dezenas de salões de artes, exposições INDIVIDUAIS no Brasil e exterior, é Advogado, doutor em Direito Público há mais de 15 anos, que tem a missão de oferecer obras de artes, serviços artísticos experientes e conhecimentos de excelência com criatividade, segurança e eficiência, inclusive para ASESSESSORIA ARTÍSTICA, CONSULTORIA ON LINE.  (º--º)  Meu trabalho é conhecido e reconhecido por várias pessoas físicas e jurídicas pois presto serviços e ATENDIMENTOS INDIVIDUAIS E EM GRUPOS, inclusive como PALESTRANTE sobre arte social, direito, projetos sociais de relevância, desenvolvimento pessoal, motivação, empoderamento, liberdade emocional.



TOTAL DE VISITANTES

TOTAL DE VISITANTES

SEGUIDORES DE MARMEL

PESQUISAR NESTE SITE?

RECEBER NOTÍCIAS DE PUBLICAÇÕES? DIGITE E-MAIL

quarta-feira, dezembro 09, 2015

DANDO OUVIDOS A QUEM NÃO DEVE TER VOZ ATIVA

"Poder é ser confiante de que, mesmo que poucas batalhas possam ser perdidas, a grande guerra será vencida. Apesar do objetivo parecer muito alto e distante, seja determinado para alcançá-lo. Nada o ataca ou distrai. Não tenha medo, não tenha pensamentos fracos ou dúvidas. Tenha força e use-a para enfrentar. Não recue das impurezas de dentro e de fora. Não se afete pelos objetos no caminho, sejam obscuros ou resplandecentes. Seja incansável e a palavra obstáculo deixará de existir para você.” (BrahmaKurnaris).


Destino não é uma questão de chance; é uma questão de escolha. Tenho dito e repetido, sempre!

E quanto a isso lembrei de uma estorinha contada por meus avós...

Estava andando nos jardins de um asilo de loucos, quando encontrei um jovem rapaz lendo um livro de filosofia. Pelo seu jeito e pela saúde que mostrava, não combinava muito com os outros internos.

Curioso, sentei-me ao seu lado e perguntei-lhe:
- O que você está fazendo aqui?

Ele me olhou surpreso, mas, vendo que eu não era um dos médicos, respondeu:
- É muito simples. Meu pai, um brilhante advogado, queria que eu fosse como ele. Meu tio, que tinha um grande entreposto comercial, gostaria que eu seguisse seu exemplo. Minha mãe desejava que eu fosse a imagem de seu adorado pai. Minha irmã sempre me citava o seu marido como exemplo de um homem bem-sucedido. Meu irmão procurava treinar-me para ser um excelente atleta como ele. E o mesmo acontecia com meus professores na escola, o mestre de piano, o tutor de inglês - todos estavam convencidos e determinados de que eram o melhor exemplo a seguir. Ninguém me olhava como se deve olhar um homem, mas, como se olha no espelho.

E continuou ele...
- Desta maneira, eu resolvi internar-me neste asilo. Pelo menos, aqui, eu posso ser eu mesmo.

É verdade, às vezes, impomos aos nossos filhos ou às pessoas que amamos aquilo que consideramos importante para nós, esquecendo-nos de que cada ser humano é urMa individualidade, com sentimentos e vontade própria.

Outras vezes agimos assim pensando no melhor para essas pessoas que gostamos muito. Mas muitas vezes agimos assim desapercebidamente sem nos darmos conta dessa invasão e falta de respeito.

Enquanto outras vezes nos deparamos com pessoas que maldosamente nos “sugerem” (“dão sugestões” como serpentes que destilam veneno lentamente que escorre pelos cantos da boca), a fim de nos dominarmos, a fim de que passemos a pensar, sentir e a nos conduzir de acordo com sua mesquinha vontade, a fim de satisfazer sua vontade e objetivos pessoais, para que possam nos manter cativos e dependentes como marionetes num circo.

Assim, fiquemos espertos quando ouvirmos “sugestões” e “opiniões” dos outros, pois nem sempre os outros querem o nosso bem e desejam o melhor para nós, e apenas nós mesmos sabemos de nossas necessidades, sentimentos, desejos, sonhos.


.