TRADUTOR / TRANSLATER

TRADUTOR / TRANSLATER / TRADUCTEUR / TRADUCTOR / TRADUTTORE
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

SEGUIDORES DE MARMEL

TOTAL DE VISITANTES

TOTAL DE VISITANTES

Quem sou eu

Minha foto

Bem vinda(o) à página de Ton MarMel, Artista Visual, que desde criança manifestou dotes para pintura, desenho, escultura, frequentou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, recebeu inúmeros prêmios, participou de dezenas de salões de artes, exposições INDIVIDUAIS no Brasil e exterior, é Advogado, doutor em Direito Público há mais de 15 anos, que tem a missão de oferecer obras de artes, serviços artísticos experientes e conhecimentos de excelência com criatividade, segurança e eficiência, inclusive para ASESSESSORIA ARTÍSTICA, CONSULTORIA ON LINE.  (º--º)  Meu trabalho é conhecido e reconhecido por várias pessoas físicas e jurídicas pois presto serviços e ATENDIMENTOS INDIVIDUAIS E EM GRUPOS, inclusive como PALESTRANTE sobre arte social, direito, projetos sociais de relevância, desenvolvimento pessoal, motivação, empoderamento, liberdade emocional.



PESQUISAR NESTE SITE?

RECEBER NOTÍCIAS DE PUBLICAÇÕES? DIGITE E-MAIL

quinta-feira, agosto 10, 2017

PONTO DE VISTA: NEM TUDO QUE RELUZ É OURO

Tudo na vida é uma questão de contra fato, de ponto de vista.



Pessoas felizes não correm atrás da felicidade, elas vivem a felicidade. Nada no mundo torna a felicidade inalcançável quanto ao esforço de tentar encontrá-la ou estar atrás dela. Cada função normal da vida tem alguma dose de felicidade e ao usarmos os nossos próprios meios podemos nos tornar uma pessoa feliz que sabe simplesmente viver.


Com empatia demonstramos respeito, consideração aos outros e despertamos a sensação de que suas emoções, opiniões e ideias são relevantes.


Para criar boas relações basta darmos nosso tempo, paciência, atenção às pessoas; sabermos ouvir efetivamente, mostrando interesse real e não apenas aparente, e explorando mais a opinião do outro.

Cada pessoa vê o mundo de uma forma diferente e a empatia é essencial para formarmos e mantermos laços afetivos e sociais baseados no respeito, confiança e cordialidade.


Existe todo um ramo da psicologia, chamado de psicologia positiva, que se dedica a estudar os casos em que as pessoas fazem esse tipo de coisa naturalmente.


Cultivar no coração tudo que for benéfico e produtivo.

Estar sempre disposto a qualquer ação que seja verdadeiramente; em prol de uma justa causa e não apenas egoísticamente pensando em si mesmo e o outro é que se lasque.

Fazendo assim, uma considerável diferença, ao pôr em prática; o AMOR incondicional, por meio, de um espírito totalmente fraternal.

Nem tudo é o que aparenta ser. Qualquer conclusão sobre algo é tirada em relação o ponto de vista do observador. Assim, toda verdade pode ser parte da verdade maior e a verdade maior é a de todos os pontos de vista juntos. Então se você quer chegar próximo da verdade maior, observe a situação em sua plenitude e não só a verdade que você quer ver!
Dependendo do ponto de vista, do ângulo de visão tudo pode mudar, apenas o que não muda é o fato de que o nosso juiz é a nossa consciência e que a maldade nunca nos aproxima do bem.
Ao meu ponto de vista, todos nós somos apenas nada em meio a essa criação perfeita, em meio a tudo o que existe de mais bonito, nós somos apenas seres, complementos… Pessoas, sarcásticas, vazias, algumas com coração e outras apenas com mente… Interesseiras, traiçoeiras, apenas pessoas… Seres insignificantes que me fazem sentir nojo de mim mesmo, da minha própria espécie, de quem eu sou. Pessoas capazes de destruir, acabar, matar coisas perfeitas, criações esplêndidas aos nossos olhos. Pessoas, são uma criação perfeita sem uso adequado, ninguém sabe se auto usar, usamos os outros em nosso favor, e a cada dia que se passa essa tal humanidade fica mais sem sentido.

O ângulo da verdade ou o ângulo da mentira. Tudo depende de um ponto de vista: o meu e o seu. 

Particularmente, ando fascinado pelo tema, e se você também se interessou, indico o livro The Happiness Advantage (lançado no Brasil com o horrível título "O jeito Harvard de ser feliz").

.