TRADUTOR / TRANSLATER

TRADUTOR / TRANSLATER / TRADUCTEUR / TRADUCTOR / TRADUTTORE
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Quem sou eu

Minha foto

Bem vinda(o) à página de Ton MarMel, Artista Visual, que desde criança manifestou dotes para pintura, desenho, escultura, frequentou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, recebeu inúmeros prêmios, participou de dezenas de salões de artes, exposições INDIVIDUAIS no Brasil e exterior, é Advogado, doutor em Direito Público há mais de 15 anos, que tem a missão de oferecer obras de artes, serviços artísticos experientes e conhecimentos de excelência com criatividade, segurança e eficiência, inclusive para ASESSESSORIA ARTÍSTICA, CONSULTORIA ON LINE.  (º--º)  Meu trabalho é conhecido e reconhecido por várias pessoas físicas e jurídicas pois presto serviços e ATENDIMENTOS INDIVIDUAIS E EM GRUPOS, inclusive como PALESTRANTE sobre arte social, direito, projetos sociais de relevância, desenvolvimento pessoal, motivação, empoderamento, liberdade emocional.



TOTAL DE VISITANTES

TOTAL DE VISITANTES

SEGUIDORES DE MARMEL

PESQUISAR NESTE SITE?

RECEBER NOTÍCIAS DE PUBLICAÇÕES? DIGITE E-MAIL

terça-feira, fevereiro 11, 2014

25 ANOS DE "OS SIMPSONS"

OS SIMPSONS, PROGRAMA DE SÁTIRAS, COMPLETA 25 ANOS NO AR. 




Os Estados Unidos são, desde os tempos de Walt Disney, os maiores especialistas em animação do planeta. O inventor de Mickey, Minnie, Pato Donald e outros personagens construiu, com suas invenções, um patrimônio de US$ 5 bilhões e arrebatou um recorde de 22 Oscars. Logo atrás do idealizador da Disney nas fortunas de animadores, está Matt Groening (com cerca de US$ 500 milhões), criador de Os Simpsons, desenho que redefiniu os limites do humor e de sátira à cultura norte-americana e abriu as portas para profissionais como Seth MacFarlane, criador de Family Guy, American Dad e The Cleveland Show, Mike Judge, pai de Beavis & Butt-head, e a dupla Matt Stone e Trey Parker, idealizadores de South Park.


A família de personagens amarelos, formada por Homer (pai), Marjorie (mãe), Bart, Lisa e Maggie (filhos), comemora 25 anos da série no ar pela emissora Fox em 2014. Um recorde absoluto entre sitcoms, animadas ou não. São mais de 500 episódios de uma obra iniciada de maneira despretensiosa para compor o elenco de outro programa. O ilustrador e quadrinista precisava criar personagens para encher um espaço no Tracy Ullman Show, espetáculo apresentado pelo comediante inglês Tracy Ullman. Antes da reunião com executivos da recém-criada Fox, em 1987, desenhou os Simpsons, inspirados nos próprios familiares. Dois anos depois, os amarelos ficaram independentes do programa e ganharam uma série, a única de animação do canal à época.

A premissa era fazer um lar que retratasse, de maneira caricatural e grotesca, os valores norte-americanos, baseados no patriarcado e em um líder de família que leva o trabalho nas coxas, bebe quantidades industriais de cerveja enquanto assiste a partidas de futebol americano e é ignorante, sem apreço a livros, filmes e cultura geral. Além disso, estar sempre em dia com os acontecimentos do mundo e, como uma metralhadora giratória, atirar para todos os lados. Nos 25 anos de programa, figuraram, entre os personagens amarelos, personalidades que vão desde presidentes dos EUA até jogadores de futebol brasileiros, como o fenômeno Ronaldo na época de Real Madrid.

(Fonte: Correio Braziliense. Guilherme Pêra)