TRADUTOR / TRANSLATER

TRADUTOR / TRANSLATER / TRADUCTEUR / TRADUCTOR / TRADUTTORE
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Quem sou eu

Minha foto

Bem vinda(o) à página de Ton MarMel, Artista Visual, que desde criança manifestou dotes para pintura, desenho, escultura, frequentou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, recebeu inúmeros prêmios, participou de dezenas de salões de artes, exposições INDIVIDUAIS no Brasil e exterior, é Advogado, doutor em Direito Público há mais de 15 anos, que tem a missão de oferecer obras de artes, serviços artísticos experientes e conhecimentos de excelência com criatividade, segurança e eficiência, inclusive para ASESSESSORIA ARTÍSTICA, CONSULTORIA ON LINE.  (º--º)  Meu trabalho é conhecido e reconhecido por várias pessoas físicas e jurídicas pois presto serviços e ATENDIMENTOS INDIVIDUAIS E EM GRUPOS, inclusive como PALESTRANTE sobre arte social, direito, projetos sociais de relevância, desenvolvimento pessoal, motivação, empoderamento, liberdade emocional.



TOTAL DE VISITANTES

TOTAL DE VISITANTES

SEGUIDORES DE MARMEL

PESQUISAR NESTE SITE?

RECEBER NOTÍCIAS DE PUBLICAÇÕES? DIGITE E-MAIL

domingo, agosto 29, 2010

BRASIL DA DESIGUALDADE DE RENDA, EDUCAÇÃO E SAÚDE

Que o desenvolvimento não se dá da mesma forma e na mesmaintensidade com nada, com nenhuma pessoa e em nenhum lugar dio universo não énovidade. Mas ao considerar essas premissas o Programa das Nações Unidas para oDesenvolvimento (Pnud) desenvolveu o Índice de Desenvolvimento Humano daDesigualdade (IDH-D), ajustado de acordo com a desigualdade regional, dandomaior peso aos níveis mais baixos da escala social. Os aspectos considerados são os mesmos do IDH tradicional: renda, educação e saúde. O estudo mostraque, em um cenário em que se dá grande ênfase à disparidade, os países maispenalizados são Nicarágua, Bolívia, Honduras e Colômbia, e na ourta pontaestãoUruguai, Argentina e Chile.

No Brasil a desigualdade de renda é a que mais pesa sobroIDH COM QUEDA DE 22,3%, seguido da educação com 119,8% e saúde de -12,5%.

Na América Latina, a tendência é a mesma, segundo oRelatório Regional sobório Regional sobre o desenvolvimento Humano do Pnud queestuda a desigualdade.

O DOCUMENTO MOSTRA QUE A DESIGUALDADE NA REGIÃO É ALTA,PERSISTENTE E OCORRE EM UM CONTEXTO DEBAIXA MOBILIDADE SOCIAL.

Ora, ora, perguntam alguns: "U KITO TÊIM KUM IÇU?! (o que eutenho com isso?!).

- "Nadinha!!!". Poderia ser até respondido irônicamente, "-Nadinha!!!".

Mas, daí fica a pergunta: como andam os empregos na suacidade? Estão sobrando vagas?! Você conece alguém qe está desempregado ou nãoexiste mais iesso nde você mora?! Todos em sua casa estão felizes e satisfeitoscom os salários que ganham ou está sobrando muito mês no final do trabalho decada um?! Você conhece alguém que foi bem atendido e atendido rapídamente eeficazmente em algum hospital da rede pública?! Se cohece me apresente aimprensa ou fale para que esse felizardo compareça em algum comitê eleitoralpra dar depoimento e faturar um dinheirinho extra, porque a coisa está difícil.

Então, caras amigas e gentis cavalheiros, se a situaçãoproposta passou no crivo de todas as hipóteses elencadas, maravilha, podelevantar as mãos para a urna mais próxima e agradecer aos  amigos políticos de plantão. Mas se sua situaçãonão passou no teste porposto, então meus caros só resta mesmo uma alternativa,chorar o leite derramado porque não volta mais para o copo e ficar mais espertona próxima eleição. Afinal, se você não muda, nada muda com você e nem a suavolta, ou pior ainda, muda para pior sem dé nem piedade.

Saudações artísticas.

MARMEL
anTONio MARtins MELo