TRADUTOR / TRANSLATER

TRADUTOR / TRANSLATER / TRADUCTEUR / TRADUCTOR / TRADUTTORE
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Quem sou eu

Minha foto

Bem vinda(o) à página de Ton MarMel, Artista Visual, que desde criança manifestou dotes para pintura, desenho, escultura, frequentou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, recebeu inúmeros prêmios, participou de dezenas de salões de artes, exposições INDIVIDUAIS no Brasil e exterior, é Advogado, doutor em Direito Público há mais de 15 anos, que tem a missão de oferecer obras de artes, serviços artísticos experientes e conhecimentos de excelência com criatividade, segurança e eficiência, inclusive para ASESSESSORIA ARTÍSTICA, CONSULTORIA ON LINE.  (º--º)  Meu trabalho é conhecido e reconhecido por várias pessoas físicas e jurídicas pois presto serviços e ATENDIMENTOS INDIVIDUAIS E EM GRUPOS, inclusive como PALESTRANTE sobre arte social, direito, projetos sociais de relevância, desenvolvimento pessoal, motivação, empoderamento, liberdade emocional.



TOTAL DE VISITANTES

TOTAL DE VISITANTES

SEGUIDORES DE MARMEL

PESQUISAR NESTE SITE?

RECEBER NOTÍCIAS DE PUBLICAÇÕES? DIGITE E-MAIL

sexta-feira, setembro 30, 2011

HALO: FENÔMENO É VISTO POR MORADORES DE BRASÍLIA





Nesta sexta-feira, um fenômeno natural conhecido como halo solar, chamou a atenção de moradores da região Centro-Oeste do Brasil e repercutiu entre os internautas nas redes sociais Facebook e Twitter.

"Hoje o céu e o sol de Brasília está com o efeito Halo. Não sabe o que é? Olhe para o sol e veja o milagre da natureza", escreveram no Twitter, e mais: "saia do abrigo e vá ver o "efeito halo"... o sol ta liiiiiiiiiiindo!".

De acordo com informações da metereologista Josélia Pegorim, da agência Climatempo, o halo é um fenômeno relativamente comum e pode ocorrer em qualquer lugar ao redor do Sol (halo solar) ou ao redor da lua cheia (halo lunar).

Em qualquer um dos casos, a formação do halo indica que o céu está coberto de nuvens finas, formadas basicamente por diminutos cristais de gelo. São estes cristais que interagem com a luz que vem Sol ou da Lua e geram os círculos concêntricos coloridos, nas mesmas cores do arco-íris.

Ainda segundo a metereologista, em algumas situações especiais pode ocorrer um duplo-halo. Neste caso o observador veria dois arco-íris concêntricos: um mais próximo do Sol ou da Lua, com cores mais fortes. O segundo halo apareceria mais distante e com as cores mais suavizadas.