TRADUTOR / TRANSLATER

TRADUTOR / TRANSLATER / TRADUCTEUR / TRADUCTOR / TRADUTTORE
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

SEGUIDORES DE MARMEL

TOTAL DE VISITANTES

TOTAL DE VISITANTES

Quem sou eu

Minha foto

Bem vinda(o) à página de Ton MarMel, Artista Visual, que desde criança manifestou dotes para pintura, desenho, escultura, frequentou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, recebeu inúmeros prêmios, participou de dezenas de salões de artes, exposições INDIVIDUAIS no Brasil e exterior, é Advogado, doutor em Direito Público há mais de 15 anos, que tem a missão de oferecer obras de artes, serviços artísticos experientes e conhecimentos de excelência com criatividade, segurança e eficiência, inclusive para ASESSESSORIA ARTÍSTICA, CONSULTORIA ON LINE.  (º--º)  Meu trabalho é conhecido e reconhecido por várias pessoas físicas e jurídicas pois presto serviços e ATENDIMENTOS INDIVIDUAIS E EM GRUPOS, inclusive como PALESTRANTE sobre arte social, direito, projetos sociais de relevância, desenvolvimento pessoal, motivação, empoderamento, liberdade emocional.



PESQUISAR NESTE SITE?

RECEBER NOTÍCIAS DE PUBLICAÇÕES? DIGITE E-MAIL

sexta-feira, setembro 30, 2011

HALO: FENÔMENO É VISTO POR MORADORES DE BRASÍLIA





Nesta sexta-feira, um fenômeno natural conhecido como halo solar, chamou a atenção de moradores da região Centro-Oeste do Brasil e repercutiu entre os internautas nas redes sociais Facebook e Twitter.

"Hoje o céu e o sol de Brasília está com o efeito Halo. Não sabe o que é? Olhe para o sol e veja o milagre da natureza", escreveram no Twitter, e mais: "saia do abrigo e vá ver o "efeito halo"... o sol ta liiiiiiiiiiindo!".

De acordo com informações da metereologista Josélia Pegorim, da agência Climatempo, o halo é um fenômeno relativamente comum e pode ocorrer em qualquer lugar ao redor do Sol (halo solar) ou ao redor da lua cheia (halo lunar).

Em qualquer um dos casos, a formação do halo indica que o céu está coberto de nuvens finas, formadas basicamente por diminutos cristais de gelo. São estes cristais que interagem com a luz que vem Sol ou da Lua e geram os círculos concêntricos coloridos, nas mesmas cores do arco-íris.

Ainda segundo a metereologista, em algumas situações especiais pode ocorrer um duplo-halo. Neste caso o observador veria dois arco-íris concêntricos: um mais próximo do Sol ou da Lua, com cores mais fortes. O segundo halo apareceria mais distante e com as cores mais suavizadas.