TRADUTOR / TRANSLATER

TRADUTOR / TRANSLATER / TRADUCTEUR / TRADUCTOR / TRADUTTORE
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

SEGUIDORES DE MARMEL

TOTAL DE VISITANTES

TOTAL DE VISITANTES

Quem sou eu

Minha foto

Bem vinda(o) à página de Ton MarMel, Artista Visual, que desde criança manifestou dotes para pintura, desenho, escultura, frequentou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, recebeu inúmeros prêmios, participou de dezenas de salões de artes, exposições INDIVIDUAIS no Brasil e exterior, é Advogado, doutor em Direito Público há mais de 15 anos, que tem a missão de oferecer obras de artes, serviços artísticos experientes e conhecimentos de excelência com criatividade, segurança e eficiência, inclusive para ASESSESSORIA ARTÍSTICA, CONSULTORIA ON LINE.  (º--º)  Meu trabalho é conhecido e reconhecido por várias pessoas físicas e jurídicas pois presto serviços e ATENDIMENTOS INDIVIDUAIS E EM GRUPOS, inclusive como PALESTRANTE sobre arte social, direito, projetos sociais de relevância, desenvolvimento pessoal, motivação, empoderamento, liberdade emocional.



PESQUISAR NESTE SITE?

RECEBER NOTÍCIAS DE PUBLICAÇÕES? DIGITE E-MAIL

sexta-feira, janeiro 08, 2016

ÁRVORE GENEALÓGICA DE TON MARMEL

FAMÍLIA: PORQUE AS RAÍZES PODEM SER VÁRIAS, MAS A ÁRVORE É UMA SÓ – Assim, tenhas orgulho do seu nome. Ele define você. É a sua identidade, sua marca no mundo. O seu nome carrega uma história que é só sua! Ninguém pode apagar, nem hoje, nem amanhã, nem nunca! Porque só existe um de você! Só existe um de nós! E é isso que importa no final! ENTÃO, QUE A SUA HISTÓRIA SEJA ÚNICA!

Capas da 2ª e 3ª edições dos livros sobre a Árvore Genealógica de Ton MarMel

“Se nem toda a genealogia tem o mesmo valor em face da história, perante a sociologia toda ela tem valor, e isto é o que importante não esquecer”.

DADOS GENEALÓGICOS DA FAMÍLIA MARTINS DE SOUZA ROCHA
1ª EDIÇÃO – JUNHO DE 1954
2ª EDIÇÃO – ABRIL DE 1985
3ª EDIÇÃO – JULHO DE 1999
Também constante de sitio de internet, mais atualizado.

Desde o primeiro imigrante, por volta de 1745, vários outros vieram e espalharam-se pelos vários rincões e Estados do Brasil. Muitas são as áreas e profissões em que se destacam os membros da família Martins e Rocha; seja como empresário, fazendeiro, seja atuando como Governadores de Estados e Prefeitos, seja como Membros na Câmara e Senado Federal, membros de Assembleia Legislativa em vários Estados, seja no Alto Clero da Igreja, seja como advogado, juízes, promotores e jurisconsulto do porte histórico de Clóvis Beviláqua (autor do anteprojeto que resultou no Código Civil Brasileiro de 1916, em vigor até recentemente), seja até mesmo como parente de ex-Presidente da República do Brasil; seja como poetas, escritores, médicos, advogados, seja como eu, Antonio (Ton MarMel) que passei a figurar neste registro genealógico a partir da 2ª EDIÇÃO.

Seja como for, é interessante saber de suas origens: DE ONDE VIEMOS, QUEM SOMOS, O QUE QUEREMOS, COMO FAZEMOS, POR QUE FAZEMOS. E estas perguntas estão todas respondidas nesses livros que levaram exaustivos trabalhos de décadas para serem concluídos.

“NÃO foi por vaidade que se nos demos ao afanoso trabalho de coligir e publicar os apontamentos genealógicos da família Rocha, à qual temos a honra de pertencer.

Desde novo, - tradicionalista que somos, amante das coisas velhas e bolorentas do passado, - começamos de nos interessar por tais assuntos, chegando, por fim, a ter deles alguns conhecimentos. E, para não perdê-los tão depressa como as bolhas de sabão, desejosos de transmiti-los às gerações presentes e porvindoiras, tornando-os de fácil alcance aos descendentes de Manuel Alves da Rocha, é que resolvemos editar o presente trabalho.

Sabemos que a mór parte de nossa gente pouco liga e, via de regra, menospreza as velharias. Mas, felizmente, inda há os que delas tomam conhecimento, os que as levam a sério, posto que em reduzida escala. Daí a razão por que nos afoitamos a enfeixar nesta publicação as notas que, muito tempo faz, vimos guardando.

Não temos a estulta pretensão de ter realizado obra perfeita. Ao contrário: sabêmo-Ia plena de falhas, eivada de senões e lacunas. Nela, porém, não trabalhou a fantasia. As fontes de rebuscas foram os cartórios, os arquivos públicos, os arquivos de família, as publicações congêneres e as informações orais, ouvidas de pessoas idôneas e cuidadosamente anotadas. Estas, naturalmente, são mais passíveis de engano.”

Cordialmente,

Ton MarMel

. .
AGRADECIMENTO: Grato por sua leitura! Sou o Ton MarMel, mas pode me chamar de Antônio Melo. Sou Jurista, Advogado Pós-graduado, Artista Visual, Arquiteto da própria vida detentor de dezenas de prêmios.
PARA MAIORES INFORMAÇÕES MUITO ALÉM DA VIDA NO FACEBOOK CONSULTE ALGUNS SITES:
MarMel Jurista..... http://antoniomartinsmelo-advogado.blogspot.com.br/
MarMel Artista ... http://marmel-ton-marmel.blogspot.com.br/
MarMel Galeria... http://www.artmajeur.com/marmel/

.