TRADUTOR / TRANSLATER

TRADUTOR / TRANSLATER / TRADUCTEUR / TRADUCTOR / TRADUTTORE
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Quem sou eu

Minha foto

Bem vinda(o) à página de Ton MarMel, Artista Visual, que desde criança manifestou dotes para pintura, desenho, escultura, frequentou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, recebeu inúmeros prêmios, participou de dezenas de salões de artes, exposições INDIVIDUAIS no Brasil e exterior, é Advogado, doutor em Direito Público há mais de 15 anos, que tem a missão de oferecer obras de artes, serviços artísticos experientes e conhecimentos de excelência com criatividade, segurança e eficiência, inclusive para ASESSESSORIA ARTÍSTICA, CONSULTORIA ON LINE.  (º--º)  Meu trabalho é conhecido e reconhecido por várias pessoas físicas e jurídicas pois presto serviços e ATENDIMENTOS INDIVIDUAIS E EM GRUPOS, inclusive como PALESTRANTE sobre arte social, direito, projetos sociais de relevância, desenvolvimento pessoal, motivação, empoderamento, liberdade emocional.



TOTAL DE VISITANTES

TOTAL DE VISITANTES

SEGUIDORES DE MARMEL

PESQUISAR NESTE SITE?

RECEBER NOTÍCIAS DE PUBLICAÇÕES? DIGITE E-MAIL

sexta-feira, janeiro 08, 2016

ÁRVORE GENEALÓGICA DE TON MARMEL

FAMÍLIA: PORQUE AS RAÍZES PODEM SER VÁRIAS, MAS A ÁRVORE É UMA SÓ – Assim, tenhas orgulho do seu nome. Ele define você. É a sua identidade, sua marca no mundo. O seu nome carrega uma história que é só sua! Ninguém pode apagar, nem hoje, nem amanhã, nem nunca! Porque só existe um de você! Só existe um de nós! E é isso que importa no final! ENTÃO, QUE A SUA HISTÓRIA SEJA ÚNICA!

Capas da 2ª e 3ª edições dos livros sobre a Árvore Genealógica de Ton MarMel

“Se nem toda a genealogia tem o mesmo valor em face da história, perante a sociologia toda ela tem valor, e isto é o que importante não esquecer”.

DADOS GENEALÓGICOS DA FAMÍLIA MARTINS DE SOUZA ROCHA
1ª EDIÇÃO – JUNHO DE 1954
2ª EDIÇÃO – ABRIL DE 1985
3ª EDIÇÃO – JULHO DE 1999
Também constante de sitio de internet, mais atualizado.

Desde o primeiro imigrante, por volta de 1745, vários outros vieram e espalharam-se pelos vários rincões e Estados do Brasil. Muitas são as áreas e profissões em que se destacam os membros da família Martins e Rocha; seja como empresário, fazendeiro, seja atuando como Governadores de Estados e Prefeitos, seja como Membros na Câmara e Senado Federal, membros de Assembleia Legislativa em vários Estados, seja no Alto Clero da Igreja, seja como advogado, juízes, promotores e jurisconsulto do porte histórico de Clóvis Beviláqua (autor do anteprojeto que resultou no Código Civil Brasileiro de 1916, em vigor até recentemente), seja até mesmo como parente de ex-Presidente da República do Brasil; seja como poetas, escritores, médicos, advogados, seja como eu, Antonio (Ton MarMel) que passei a figurar neste registro genealógico a partir da 2ª EDIÇÃO.

Seja como for, é interessante saber de suas origens: DE ONDE VIEMOS, QUEM SOMOS, O QUE QUEREMOS, COMO FAZEMOS, POR QUE FAZEMOS. E estas perguntas estão todas respondidas nesses livros que levaram exaustivos trabalhos de décadas para serem concluídos.

“NÃO foi por vaidade que se nos demos ao afanoso trabalho de coligir e publicar os apontamentos genealógicos da família Rocha, à qual temos a honra de pertencer.

Desde novo, - tradicionalista que somos, amante das coisas velhas e bolorentas do passado, - começamos de nos interessar por tais assuntos, chegando, por fim, a ter deles alguns conhecimentos. E, para não perdê-los tão depressa como as bolhas de sabão, desejosos de transmiti-los às gerações presentes e porvindoiras, tornando-os de fácil alcance aos descendentes de Manuel Alves da Rocha, é que resolvemos editar o presente trabalho.

Sabemos que a mór parte de nossa gente pouco liga e, via de regra, menospreza as velharias. Mas, felizmente, inda há os que delas tomam conhecimento, os que as levam a sério, posto que em reduzida escala. Daí a razão por que nos afoitamos a enfeixar nesta publicação as notas que, muito tempo faz, vimos guardando.

Não temos a estulta pretensão de ter realizado obra perfeita. Ao contrário: sabêmo-Ia plena de falhas, eivada de senões e lacunas. Nela, porém, não trabalhou a fantasia. As fontes de rebuscas foram os cartórios, os arquivos públicos, os arquivos de família, as publicações congêneres e as informações orais, ouvidas de pessoas idôneas e cuidadosamente anotadas. Estas, naturalmente, são mais passíveis de engano.”

Cordialmente,

Ton MarMel

. .
AGRADECIMENTO: Grato por sua leitura! Sou o Ton MarMel, mas pode me chamar de Antônio Melo. Sou Jurista, Advogado Pós-graduado, Artista Visual, Arquiteto da própria vida detentor de dezenas de prêmios.
PARA MAIORES INFORMAÇÕES MUITO ALÉM DA VIDA NO FACEBOOK CONSULTE ALGUNS SITES:
MarMel Jurista..... http://antoniomartinsmelo-advogado.blogspot.com.br/
MarMel Artista ... http://marmel-ton-marmel.blogspot.com.br/
MarMel Galeria... http://www.artmajeur.com/marmel/

.