TRADUTOR / TRANSLATER

TRADUTOR / TRANSLATER / TRADUCTEUR / TRADUCTOR / TRADUTTORE
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Quem sou eu

Minha foto

Bem-vinda(o) à MarMel visualARTS do premiado artista Ton MarMel que desde infante manifestou dotes para pintura, desenho, escultura, frequentou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, participou de dezenas de salões, exposições no Brasil e exterior, é Doutor em Direito Público que tem a missão de oferecer conhecimento, obras e serviços de excelência com criatividade, segurança e eficiência. 


SEGUIDORES DE MARMEL

TOTAL DE VISITANTES

DESTAQUE

CARTA ABERTA A EXCELENTÍSSIMA SENHORA PRESIDENTA DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL SOBRE A SITUAÇÃO DA ARTE E DO ARTISTA BRASILEIROS - http://marmel-ton-marmel.blogspot.com/2011/09/carta-aberta-excelentissima-senhora.html
- "NÓS,BRINQUEDOS" - Conjunto de mais de 600 TELAS executadas em técnicas diversas, distribuído em 4 Volumes, acompanhado de TEXTO-TESE indicativo que pode ser lido integralmente neste link de postagem anterior http://marmel-ton-marmel.blogspot.com/2011/05/nos-brinquedos.html#links - "NÓS, BRINQUEDOS: porque desde a infância somos nossos próprios brinquedos, realizações, sonhos, projetos, inventos, alegrias e decepções." (MarMel) - "Ninguém te sacudiu pelos ombros quando ainda era tempo. Agora, a argila de que

sábado, junho 29, 2013

A HISTÓRIA DE "ANONYMUS"

Imagem multimídia mostra como o V de Vingança virou símbolo de protestos - Em diferentes países, por motivos variados, uma máscara tornou-se símbolo de insatisfação.

(Imagem criada para capa de comunidade por #TonMarMel)

O símbolo do pedido global por mudanças na tecitura do mundo capitalista é o sorriso cínico do rebelde católico Guy Fawkes (1570 – 1606), eternizado em uma máscara cada dia mais presente nas manifestações no Brasil, iniciadas neste mês. A imagem da moda ganhou força em 2011, nas ruas de Londres e de Nova York, durante os movimentos Ocuppy, e, depois, nas ruas do mundo. Quando milhares de manifestantes acamparam em Zucotti Park, localizado na região financeira de Wall Street, os governantes não sabiam exatamente o motivo da mobilização daqueles jovens mascarados, mas se viram obrigados a alterar a plataforma das candidaturas à presidência nas eleições seguintes dos Estados Unidos. No Brasil, a miscelânea de reivindicações abarcam mobilidade urbana, ampliação dos direitos de minorias e bem-estar social. No interior e nas capitais, milhares têm demonstrado descontentamento com a gestão pública e manifestado pedidos pelo cumprimento de direitos garantidos pela Constituição.

A origem da máscara descende da cultura pop, no roteiro da HQ criada por Alan Moore e desenhada por David Lloyd (leia quadro). Numa Inglaterra fictícia, vivendo sob regime fascista, o rebelde V luta por liberdade e abala as estruturas do Estado, escondendo-se sob a máscara inspirada no personagem histórico Guy Fawkes. Nos quadrinhos, V usa a mesma máscara que preenchem as ruas do mundo — hoje, um símbolo icônico, como a camiseta estampando Che Guevara; a letra A de anarquia; ou um dedo em V, dos conceitos de paz e amor da geração hippie. Há quem desconfie do uso da figura de V/Fawkes nos protestos de ideologias incertas.

  

GUY FAWKES: A resiliência do católico Guy Fawkes em não entregar companheiros da Conspiração da Pólvora mesmo depois de preso e torturado quando tentava explodir o Parlamento em ação de protesto contra as decisões do rei inglês James I em 1605 é rememorada na comemoração da Noite das Fogueiras (em 5 de novembro). Com as ruas do mundo tomadas por manifestantes escondidos sob a máscara do rebelde, Fawkes nunca esteve tão vivo cerca de 400 anos depois de sua morte.



ALAN MOORE A figura excêntrica de cabelos longos e olhos profundos de Alan Moore, roteirista de quadrinhos, são a marca deste bruxo inglês. O artista é responsável por conceituar histórias recheadas de senso crítico. Declaradamente anarquista, Moore questiona governos e controles de poder. Apesar de duas de suas HQs terem ganhado versões cinematográficas bancadas por grandes estúdios (V de vingança e Watchmen), Moore não autoriza adaptações de suas obras feitas em Hollywood.


ANONYMOUS Hackitivistas (soma das palavras hackers com ativistas) anônimos. As ações dos filiados se constitui na invasão de sítios oficiais na internet mas também em espalhar informações sobre manifestações físicas pelo mundo. Seu símbolo maior é a máscara de Fawkes. No Brasil, o grupo usa os dizeres: "Nós somos Anonymous. Nós somos Legião. Nós não perdoamos. Nós não esquecemos. Esperem por nós." e suas ideias podem ser conhecidas no site.


V DE VINGANÇA Num futuro distópico, a Inglaterra está enterrada em regime autoritário de feições fascistas. Seguindo os ideais anarquistas de Mikhail Bakunin, Moore apresenta o Estado como limitador das liberdades individuais e o terrorista V como herói de uma guerra justa pela liberdade. As ideias apresentadas na HQ foram representadas de forma superficial no cinema em 2006 em filme homônimo dirigido por James McTeigue e estrelado por Natalie Portman. Maldita ironia. A máscara, usada no filme e que ganhou as ruas do mundo em marchas contra o capitalismo é produto licenciado de propriedade da corporação Time Warner.




(Fonte: CB: Yale Gontijo, Fred Bottrel)