TRADUTOR / TRANSLATER

TRADUTOR / TRANSLATER / TRADUCTEUR / TRADUCTOR / TRADUTTORE
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

SEGUIDORES DE MARMEL

TOTAL DE VISITANTES

TOTAL DE VISITANTES

Quem sou eu

Minha foto

Bem vinda(o) à página de Ton MarMel, Artista Visual, que desde criança manifestou dotes para pintura, desenho, escultura, frequentou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, recebeu inúmeros prêmios, participou de dezenas de salões de artes, exposições INDIVIDUAIS no Brasil e exterior, é Advogado, doutor em Direito Público há mais de 15 anos, que tem a missão de oferecer obras de artes, serviços artísticos experientes e conhecimentos de excelência com criatividade, segurança e eficiência, inclusive para ASESSESSORIA ARTÍSTICA, CONSULTORIA ON LINE.  (º--º)  Meu trabalho é conhecido e reconhecido por várias pessoas físicas e jurídicas pois presto serviços e ATENDIMENTOS INDIVIDUAIS E EM GRUPOS, inclusive como PALESTRANTE sobre arte social, direito, projetos sociais de relevância, desenvolvimento pessoal, motivação, empoderamento, liberdade emocional.



PESQUISAR NESTE SITE?

RECEBER NOTÍCIAS DE PUBLICAÇÕES? DIGITE E-MAIL

quarta-feira, dezembro 05, 2012

VÊNUS NO ESPELHO: DIEGO VELÁZQUEZ

(DIEGO VELÁZQUEZ. Título: “Vênus no Espelho”. Data da obra: 1648 - 1651. Dimensões da obra original: 175 x 123 cm.)


VELÁZQUEZ viveu entre 1599 e 1660. Descendente de nobre família de origem portuguesa, Diego Rodriguez de Silva y Velázquez nasceu em Sevilha em 1599, e recebeu nessa cidade sua primeira formação. Estudou pintura com Herera, o Velho, e com Francisco Pacheco, teórico de arte que soube respeitar suas tendências e sua individualidade como pintor, e foi Pacheco quem o apresentou a seus amigos nobres e introduziu-o na sociedade espanhola, tornado-se mais tarde seu sogro.













 
Aos 24 anos Velázquez foi nomeado pintor oficial do rei e durante esse período enquadra-se na escola de Sevilha e caracteriza-se pela escolha de temas populares,  modelos plebeus, hermetismo quase arquitetural de composição e contrastes de luz e sombra.
 


 
 Nomeado aposentador do Palácio, encarregado dos alojamentos, das festas e da decoração desde 1652, acumulou tantos encargos que praticamente desistiu de suas pesquisas em busca de um equilíbrio entre a serenidade humana e a perfeição técnica.
 

 
Talento indiscutível, perfeito conhecedor de uma técnica admirável, usou seus modelos e seus temas mais para fixar na tela a essência dos seres e das coisas.

 
 

 
De suas mais célebres pinturas ressaltam-se os retratos de Filipe IV, do Duque de Olivares e do Papa Inocêncio X, bem como “A Rendição de Breda”, obra-prima de composição na qual retrata a vitória do espanhol Spínola sobre o holandês Nassau.